Busca avançada
Ano de início
Entree

Nematoides em feijoeiro: levantamento em regiões produtoras, testes de patogenicidade e reação de cultivares ao nematoide das lesões e ao das galhas radiculares

Processo: 11/08432-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Mário Massayuki Inomoto
Beneficiário:Mauro Ferreira Bonfim Junior
Instituição-sede: Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz (ESALQ). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Fitopatologia   Meloidogyne   Resistência à doença

Resumo

Meloidogyne incognita, Meloidogyne javanica e Pratylenchus brachyurus são as principais espécies de nematoides causadoras de perdas de rendimento em feijoeiro-comum. Entretanto, tal prejuízo varia em função da interação com o cultivar. Este trabalho terá como objetivo realizar testes de resistência e patogenicidade em cultivares comerciais de feijoeiro-comum às três referidas espécies de nematoides e, ainda, realizar um levantamento acerca da ocorrência de nematoides fitoparasitos na cultura do feijoeiro-comum em algumas regiões produtoras dos estados do Paraná e São Paulo. Sementes de feijoeiro de 35 cultivares de feijão dos grupos preto, carioca, roxinho, rosinha, manteigão - tipo jalo, manteigão-tipo rajado, mulatinho e pintado, provenientes do IAPAR, EMBRAPA, FT Sementes e IAC serão adquiridas para a condução dos experimentos. Os testes de resistência e patogenicidade serão conduzidos em recipientes plásticos contendo solo autoclavado em casa de vegetação da Escola Superior de Agricultura "Luiz de Queiroz", Piracicaba, SP. O delineamento experimental será o inteiramente casualizado, com a unidade experimental correspondente à uma planta por recipiente. Para os testes de resistência a avaliação será feita com base no fator de reprodução (FR= [População final (Pf)/População inicial (Pi)]), considerando FR<1 reação de resistência e FRe1 reação de suscetibilidade. Para os testes de patogenicidade serão avaliadas as variáveis: FR, número de nematoides/g de raiz, altura de plantas (cm), massa fresca de raízes (g), massa seca da parte aérea (g) e massa seca de vagens (g). Os levantamentos serão feitos em propriedades produtoras nos estados de São Paulo e Paraná no período referente ao plantio das águas (meses de setembro a novembro), da "seca" ou safrinha (janeiro a março) e de outono-inverno (maio a julho). As seguintes variáveis serão analisadas: nematoides por litro de solo (N/L) e número de nematoides por massa fresca de raízes (N/g) em cada amostra de solo e raízes, respectivamente. Além disso, será estimada a diversidade para cada amostra coletada e a prevalência de nematoides fitoparasitos. As variáveis dos testes de resistência e patogenicidade serão comparadas pelo teste de Tukey a 5% de significância. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
JUNIOR, Mauro Ferreira Bonfim. Nematoides em feijoeiro-comum: ocorrência nos Estados do Paraná e São Paulo, e interação de cultivares com Pratylenchus brachyurus, Meloidogyne incognita e Meloidogyne javanica. 2013. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz Piracicaba.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.