Busca avançada
Ano de início
Entree

Tempo e duração: a relação entre consciência e liberdade em Bergson

Processo: 11/09824-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de julho de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2011
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Filosofia - História da Filosofia
Pesquisador responsável:Silene Torres Marques
Beneficiário:Rafael Pellegrino
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Liberdade   Consciência (filosofia)

Resumo

O objetivo deste projeto de pesquisa é compreender a ideia de liberdade defendida por Bergson no contexto do "Ensaio Sobre os dados Imediatos da Consciência", buscando investigar o modo como ela é tecida a partir de uma nova concepção da temporalidade. Nesse sentido, buscaremos circunscrever as questões que estão em jogo na análise bergsoniana do tempo, visando não apenas especificar essa nova noção do tempo, a duração, mas sobretudo mostrar como se configura a análise e a crítica do que o filósofo denomina tempo homogêneo, fundamento das concepções mecanicistas da consciência. Ora, se é pela noção de duração que pretendemos compreender a liberdade, duas questões vão então aparecer. Em primeiro lugar, dada a forte distinção entre duração e tempo homogêneo, como explicar a afirmação de que este último consiste num misto ou numa projeção exterior da duração interna? Em segundo lugar, de que modo a afirmação de que liberdade é um dado imediato da consciência - e por isso mesmo, um fato - pode ser compatível com a ideia de que ela admite graus? (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)