Busca avançada
Ano de início
Entree

Viróides em crisântemo: levantamento, identificação, caracterização, avaliação de fontes de resistência e desenvolvimento de métodos de diagnóstico

Processo: 11/02721-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitossanidade
Pesquisador responsável:Marcelo Eiras
Beneficiário:Danielle Gobatto
Instituição-sede: Instituto Biológico (IB). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/20570-3 - Clonagem de um isolado brasileiro do Chrysanthemum stunt viroid e desenvolvimento de técnica molecular de diagnóstico, BE.EP.MS
Assunto(s):Plantas ornamentais   Crisântemo   Vírus de plantas   Diagnóstico de doenças em plantas

Resumo

No Brasil, o mercado de flores e plantas ornamentais movimentam, anualmente, no atacado e no varejo cifras superiores a 3 bilhões de reais. Entre as plantas ornamentais, o crisântemo (Dendrathema spp., Asteraceae) se destaca no mercado nacional de flores de corte, pois é considerada uma das ornamentais de maior valor comercial, sendo produzido e comercializado por mais de 100 municípios do estado de São Paulo. Porém, as doenças causadas por vírus e viroides têm se tornado um problema para a cultura de crisântemo devido, principalmente, à propagação vegetativa dessa espécie, o que facilita a disseminação desses patógenos. Os viroides podem causar sérios prejuízos à cultura, destacando-se: (i) o Chrysanthemum chlorotic mottle viroid (CChMVd, gênero Pelamoviroid, família Avsunviroidae) que induz um amarelecimento generalizado das plantas; e (ii) o Chrysanthemum stunt viroid (CSVd, gênero Pospiviroid, família Pospiviroidae), considerado praga quarentenária A2, que causa nanismo, retarda o florescimento, podendo, entretanto, em muitas situações, não induzir sintomas visíveis, o que também facilita a perpetuação e disseminação no campo, além de poder passar despercebido quando cruza fronteiras internacionais. No Brasil, há poucos estudos sobre esses patógenos, com um único relato da possível ocorrência do CSVd em crisântemo no estado de São Paulo. Portanto, o presente projeto tem como objetivos: (i) realizar um levantamento da presença de viroides em cultivos de crisântemo no estado de São Paulo; (ii) identificar e caracterizar os viroides presentes nas amostras coletadas; (iii) desafiar variedades de crisântemo por meio de inoculação mecânica com isolados do CSVd; e (iv) desenvolver um método de diagnóstico molecular com elevada especificidade e sensibilidade para fortalecer os programas de quarentena e indexação. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
GOBATTO, D.; CHAVES, A. L. R.; HARAKAVA, R.; MARQUE, J. M.; DAROS, J. A.; EIRAS, M. CHRYSANTHEMUM STUNT VIROID IN BRAZIL: SURVEY, IDENTIFICATION, BIOLOGICAL AND MOLECULAR CHARACTERIZATION AND DETECTION METHODS. JOURNAL OF PLANT PATHOLOGY, v. 96, n. 1, p. 111-119, 2014. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.