Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de novos marcadores prognósticos e preditivos em neoplasia mamária de cadelas: avaliação sérica e molecular do VEGF e do HIF-1

Processo: 10/13977-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Beneficiário:Marina Gobbe Moschetta
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Neoplasias mamárias   Fatores de crescimento do endotélio vascular   Fator 1 induzível por hipoxia   Biomarcadores tumorais   Prognóstico   Cães

Resumo

As neoplasias mamárias são os tumores mais comuns na fêmea canina, a qual apresenta a maior incidência de neoplasias mamárias dentre todos os mamíferos inclusive quando comparada à mulher. Os tumores mamários em cadelas prestam-se como modelos apropriados e válidos ao estudo da biologia e terapêutica do câncer, uma vez que, animais de estimação têm tumores com apresentação histopatológica e comportamento biológico similares àqueles que acometem os seres humanos e também, são altamente polimórficos, originados a partir de diversas populações celulares associadas em um mesmo tumor, fato este que os tornam campo emergente de pesquisa. Sabe-se que um grande número de fatores pode ser utilizado para o estabelecimento do prognóstico e evolução de cada caso, contudo, muitas vezes, estes fatores podem falhar. O estudo da expressão de marcadores prognósticos e preditivos do câncer de mama têm-se revelado importante ferramenta de trabalho na rotina diagnóstica e de pesquisa. A alta atividade mitótica torna difícil o fornecimento de O2 e nutrientes às células, devido à incapacidade de irrigação sanguínea de todo o ambiente neoplásico. Por essa razão, as células sofrem mecanismos de adaptação, capazes de produzir componentes que estimulam a vasculogênese. Assim, dando seqüência ao estudo de potenciais marcadores prognósticos para as neoplasias mamárias, são objetivos deste estudo avaliar o papel do fator de crescimento vascular endotelial (VEGF) e do fator induzido por hipóxia (HIF-1) em sangue e no tecido tumoral de 30 (trinta) cadelas com neoplasia mamária em diferentes momentos a partir do diagnóstico da lesão até 12 meses após a cirurgia e mensurar suas variações e possível relação com o prognóstico. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MOSCHETTA, MARINA GOBBE; MASCHIO, LARISSA BAZELA; JARDIM-PERASSI, BRUNA VICTORASSO; GELALETI, GABRIELA BOTTARO; LOPES, JULIANA RAMOS; LEONEL, CAMILA; GONCALVES, NAIANE DO NASCIMENTO; FERREIRA, LIVIA CARVALHO; MARTINS, GUSTAVO RODRIGUES; BORIN, THAIZ PERRAZ; PIRES DE CAMPOS ZUCCARI, DEBORA APARECIDA. Prognostic value of vascular endothelial growth factor and hypoxia-inducible factor 1 alpha in canine malignant mammary tumors. ONCOLOGY REPORTS, v. 33, n. 5, p. 2345-2353, MAY 2015. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.