Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do papel das substâncias húmicas aquáticas na disponibilidade de metais e indução de metalotioneínas em peixes como biomarcador de poluição

Processo: 10/13877-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Márcia Cristina Bisinoti
Beneficiário:Flavia Carla dos Santos Martins
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:05/51242-8 - Emprego de indicadores de qualidade de água e outras ferramentas de gestão ambiental para avaliar o efeito das atividades antrópicas sobre os rios Preto, Turvo e Grande na região de São José do Rio Preto, AP.JP
Assunto(s):Substâncias húmicas   Biomarcadores   Metalotioneína   Peixes   Poluição da água   Metais

Resumo

No presente trabalho serão feitas a otimização e padronização do método para quantificação de metalotioneínas em tecidos de peixes empregando a técnica de Cromatografia Líquida de Alta Eficiência com Detector de Fluorescência (HPLC-FD). Numa segunda etapa serão realizados vários experimentos expondo Tilápias a concentrações conhecidas de metais (Cd, Cu, Pb e Cr) e diferentes concentrações de Substâncias Húmicas Aquáticas (SHA) extraídas de amostra de água coletadas na Represa Municipal de São José do Rio Preto, referentes ao período seco e chuvoso, bem como em amostras de água de torneira. As SHA serão extraídas empregando o método proposto pela Sociedade Internacional de Substâncias Húmicas (IHSS) e a caracterização será feita por UV/Vis e Fluorescência Molecular. Pretende-se ainda repetir o experimento com amostras de água da represa, realizando a caracterização de parâmetros físico-químicos tais como a concentração de Cd, Cu, Pb, Cr, nitrato, amônia, carbono orgânico total, pH, condutividade, sulfato e fósforo. A quantificação do estoque de metalotioneínas em tecidos de peixe permitirá verificação e comparação com biomarcadores de exposição desenvolvidos para as espécies coletadas por outro discente do grupo de pesquisa. Em todas as amostras de tecido de peixe, bem como na água dos experimentos de exposição serão realizadas a quantificação do estoque de metal total empregando um Espectrofotômetro de Absorção Atômica com Atomização Eletrotérmica (GFAAS) ou por Chama (FAAS). Os resultados obtidos neste trabalho possibilitarão caracterizar o impacto por metais para os organismos que vivem nos corpos aquáticos da região, bem como avaliar os efeitos da acumulação de metal a nível bioquímico, em termos de resposta de biomarcador em peixes. Este trabalho permitirá avaliar o papel das SHA do Rio Preto na disponibilidade dos metais Cd, Cu, Pb e Cr para uma espécie de peixe, gerando portanto resultados inéditos para a região a que se insere. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MARTINS, Flavia Carla dos Santos. O papel das substâncias húmicas na disponibilidade de metais e benzo[a]pireno e indução de metalotioneínas em peixes. 2013. 98 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociencias, Letras e Ciencias Exatas..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.