Busca avançada
Ano de início
Entree

Dispositivos MIS à base de ftalocianina e óxido de alumínio produzidos por impressora jato de tinta em substrato flexível

Processo: 11/03951-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Física - Física da Matéria Condensada
Pesquisador responsável:Neri Alves
Beneficiário:Tiago Carneiro Gomes
Instituição-sede: Faculdade de Ciências e Tecnologia (FCT). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Presidente Prudente. Presidente Prudente , SP, Brasil
Assunto(s):Eletrônica orgânica   Dispositivos eletrônicos   Ftalocianinas   Sensores   Transistores   Óxido de alumínio

Resumo

Atualmente a eletrônica orgânica é muito atrativa para se fabricar circuitos flexíveis, de grande área e por técnicas de impressão, visando à produção em massa de circuitos simples e baratos, impressos com soluções orgânicas diretamente sobre o substrato. Para este fim, uma técnica muito interessante é a impressão jato de tinta, que torna as impressoras comerciais especialmente atraentes. A maioria destas impressoras é composta por um sistema térmico de impressão e, conseqüentemente, são apropriadas para se trabalhar com soluções à base de água na deposição sobre substratos flexíveis, como por exemplo, Mylar®. O arranjo formado por uma camada de metal (M), isolante (I) e semicondutor (S), constitui à base para os denominados dispositivos MIS, entre os quais se tem transistores, capacitores e memórias. Usando um capacitor MIS pode-se determinar, através de medidas de capacitância e perda dielétrica em função da frequência e da voltagem, a mobilidade no semicondutor, a densidade de dopagem, a densidade de estados interfaciais e a estabilidade da voltagem de chaveamento (threshold voltage). O isolante sendo um dos elementos mais importantes no dispositivo MIS, deve apresentar alta constante dielétrica, baixa condutividade, estabilidade e aderência ao semicondutor. Neste contexto, o óxido de alumínio (Al2O3) é um dielétrico que apresenta tais características, e ainda é de fácil processabilidade e pode ser preparado por anodização sobre substrato flexível. Em relação ao semicondutor a ftalocianina de cobre (CuPc) tem sido destacada como material muito importante na ciência e na tecnologia, sendo usada como tintas têxteis, corantes alimentícios, sensores, dispositivos eletrônicos e optoeletrônicos. A Ftalocianina de cobre tetrasulfonada (CuTsPc), é disponível comercialmente, é solúvel em água e, portanto adequada para ser depositada por jato de tinta com sistema térmico. Portanto, propõe-se neste projeto o estudo de filmes de ftalocianina de cobre tetrasulfonada, depositadas por impressora comercial jato de tinta, sobre óxido de alumínio crescido por anodização de alumínio metalizado em substrato de Mylar®. Este estudo abrange a caracterização morfológica e elétrica dos filmes e de capacitores MIS OFETs, visando à utilização da técnica de impressão jato de tinta no preparo de dispositivos MIS à base CuTsPc. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
GOMES, Tiago Carneiro. Dispositivos MIS à base de Ftalocianina e óxido de alumínio produzidos por impressão jato de tinta em substrato flexível. 2014. 104 f. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Ciências..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.