Busca avançada
Ano de início
Entree

Regulação hormonal da biossíntese de antocianinas em framboesas (Rubus idaeus) no período pós-colheita

Processo: 11/05583-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Ciência e Tecnologia de Alimentos - Ciência de Alimentos
Pesquisador responsável:Eduardo Purgatto
Beneficiário:Laís Moro
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Tecnologia de alimentos

Resumo

A cor constitui um importante atributo de qualidade para a comercialização de frutas, sendo fundamental para aquelas comumente conhecidas como "pequenas frutas" ou "frutas vermelhas". Nas framboesas (Rubus idaeus), objeto de estudo desta proposta, a coloração do fruto maduro é conferida pelas antocianinas, cujos precursores vêm da via de biossíntese dos fenilpropanóides. As pesquisas sobre quais fatores regulam a síntese de antocianinas em frutos têm sido concentradas em morangos e uvas e tem apontado o etileno, o ácido indol-3-acético (AIA), o ácido abscísico (ABA) e o metil-jasmonato (MJ), como hormônios implicados no acúmulo ou na inibição da síntese destes flavonóides. O mesmo, porém, não pode ser dito de outras frutas vermelhas, devido à pouca informação quanto aos fatores regulatórios da biossíntese de pigmentos durante o amadurecimento. Neste contexto, o presente trabalho tem por objetivo avaliar se tais fatores hormonais exercem o mesmo efeito sobre a biossíntese de antocianinas em framboesas. Frutos da cultivar Heritage serão tratados com os hormônios citados e os efeitos sobre a respiração, síntese de etileno, mudanças de cor, síntese de açúcares, ácidos orgânicos e antocianinas serão avaliados. Os teores de AIA, ABA e MJ também serão avaliados tanto nos frutos tratados quanto em frutos controle não tratados, a fim de detectar possíveis efeitos de um hormônio sobre a biossíntese de outro e identificar mecanismos de ação. Todas as alterações hormonais serão correlacionadas a alterações na composição com maior enfase na síntese de antocianinas. Adicionalmente os padrões de variação no nível de transcritos dos genes codificadores da dihidroflavonol redutase e da antocianidina sintase, enzimas envolvidas nos passos finais da síntese de antocianinas, serão avaliados por qRT-PCR e correlacionados às variações hormonais e aos tratamentos efetuados. Espera-se, com isso, identificar quais os hormônios vegetais implicados na regulação da síntese de pigmentos em framboesas, fornecendo, assim, a base de conhecimento para possíveis intervenções na cadeia de produção deste fruto, objetivando o incremento dos teores de antocianinas. O interesse decorre não apenas da importância destes flavonóides para a qualidade sensorial de framboesas, mas também para melhoria de seu valor nutricional, dada a extensa literatura que tem demonstrado o potencial desta classe de pigmentos na prevenção de diversas doenças crônicas não transmissíveis (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MORO, LAIS; AYMOTO HASSIMOTTO, NEUZA MARIKO; PURGATTO, EDUARDO. Postharvest Auxin and Methyl Jasmonate Effect on Anthocyanin Biosynthesis in Red Raspberry (Rubus idaeus L.). JOURNAL OF PLANT GROWTH REGULATION, v. 36, n. 3, p. 773-782, SEP 2017. Citações Web of Science: 5.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.