Busca avançada
Ano de início
Entree

Convergências entre arte, ciência e tecnologia

Processo: 11/06631-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes
Pesquisador responsável:Rosangela da Silva Leote
Beneficiário:Miguel Alonso Araujo Carvalho
Instituição-sede: Instituto de Artes (IA). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Vídeo   Convergência   Imagem (artes)   Multimeios

Resumo

O projeto de pesquisa "Convergências Arte, Ciência e Tecnologias" está vinculado ao grupo "GIIP- Grupo Internacional e Interinstitucional de Pesquisa em Convergências entre Arte Ciência e Tecnologia", já certificado pela UNESP junto ao CNPq, que se encontra sob a liderança da coordenadora deste projeto, Dra. Rosangella Leote. A proposta é a continuação de um percurso de pesquisa que teve início vinculado ao Grupo de Pesquisa em Multimeios, na Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUCSP), existente desde 2001, sob a mesma liderança, tendo rendido, entre outros resultados, a bolsa de Produtividade em Pesquisa do CNPq. Esta é a pesquisa temática do grupo. Está adequada à linha de pesquisa "Processos e procedimentos artísticos" do Programa de Pós-graduação em Artes Visuais do Instituto de Artes da UNESP e visa, por metodologia multifacetada, enfocar nas obras de arte com mídias emergentes onde se observe convergências, em qualquer grau, das três áreas que intitulam o projeto, levando em conta os aportes dessas áreas distintas ao modo multidisciplinar. Há um direcionamento produtivo e co-criativo que será, grande parte das vezes, de natureza experimental, forçando os limites das linguagens onde essas mídias estão inseridas. Devido à metodologia de pesquisa, a questão do experimento é levada em conta com muita ênfase. Dada a sua complexidade, no sentido em que abarca ramos interdisciplinares de extrema disparidade de enfoque, a metodologia é híbrida, envolvendo a abordagem bibliográfica a partir estudos sistemáticos; a documental, pelo levantamento e catalogação de material suplementar em várias mídias, mas privilegiando a Internet, o vídeo, dvd e cd cujo conteúdo se afine com os propósitos desse trabalho; a pesquisa de campo, procurando considerar especialmente os aspectos da recepção e produção de obras nessa zona convergente; e, finalmente, a empírica, encaminhada para a produção de obras, dispositivos e interfaces tecnológicas, cujo caráter possa resultar em observações de convergência. Dá suporte principal à essa pesquisa as teorias dos sistemas complexos, especialmente no viés dirigido por Maturana e Varella e os conceitos trazidos da neurociência nos trabalhos de Antonio Damásio e Daniel Dennet, a Semiótica Peirceana através de Charles Sanders Peirce e Lucia Santaella, as aproximações com a física e os sistemas complexos por Marcelo Gleiser e Jorge Albuquerque Vieira, bem como a gama de estudos referentes às especificidades que geram as convergências procuradas neste trabalho envolvendo imagem videográfica, mídias em geral, tecnoperformance e os elementos que as caracterizam como espaço, interação, locatividade etc. O projeto deverá contar com o apoio de bolsas de Pós-Doutoramento, Doutoramento, Mestrado e Iniciação Científica das agências de fomento (FAPESP, CAPES e CNPq) e da UNESP (Pibic e monitoria). Por hora, são 12 os pesquisadores agregados, das várias instituições que forma o grupo, envolvendo os países Brasil, Espanha e Portugal, além de 7 estudantes. Sendo esta a pesquisa central do GIIP, a ela são associados os sub-projetos, ou ramos de projetos dos demais pesquisadores em suas linhas de pesquisa. No momento o GIIP conta com duas linhas de pesquisa: a "Convergências em Arte Ciência e Tecnologia" (temática) e a "Mediacity - paisagens Urbanas" (Sob coordenação de Lilian Amaral, onde se insere seu Pós-Doutoramento). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.