Busca avançada
Ano de início
Entree

Rural Studio: contribuições para o ensino de arquitetura no Brasil

Processo: 11/04824-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 30 de setembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Sociais Aplicadas - Arquitetura e Urbanismo - Fundamentos de Arquitetura e Urbanismo
Pesquisador responsável:Nabil Georges Bonduki
Beneficiário:Tomaz Amaral Lotufo
Instituição-sede: Faculdade de Arquitetura e Urbanismo (FAU). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/16165-6 - Rural Studio: contribuições para o ensino de arquitetura no Brasil, BE.EP.MS
Assunto(s):Habitação comunitária   Canteiro de obras   Projeto de arquitetura

Resumo

Este projeto de pesquisa de mestrado objetiva aprofundar o estudo sobre duas experiências efetivas que vem inovando o ensino de arquitetura na perspectiva de introduzir a prática construtiva concreta no aprendizado: o Canteiro Experimental da FAU/USP e o Rural Studio da Universidade de Auburn, no Alabama, EUA. O Canteiro Experimental da FAU/USP, nos últimos treze anos, tem desenvolvido dentro das atividades curriculares práticas construtivas com os alunos. O Rural Studio, um projeto pedagógico que junta estudantes e professores, tem a metodologia de trabalho de um laboratório de ensino e extensão, desenvolvendo com a comunidade beneficiada projetos e depois a construção de casas e espaços coletivos para assentamentos pobres do sul dos Estados Unidos. O estudo será realizado sob o ponto de vista da interlocução entre teoria e prática dentro de uma faculdade de Arquitetura através da interação dos estudantes com a realidade, isto é, avaliando os aspectos da relação entre a produção de protótipos habitacionais, reflexão e experiência acadêmica (ensino), a fim de compreender até que ponto tais atividades podem contribuir com a experiência brasileira. Para isso a pesquisa visa em um primeiro momento relacionar a evolução dos movimentos de moradia, das políticas públicas habitacionais no Brasil e as teorias do grupo "Arquitetura Nova" com as iniciativas decorrentes nas Escolas de Arquitetura como os Laboratórios de Habitação e Canteiros Experimentais. Em seguida, analisará o canteiro experimental da FAU/USP, procurando entender como este espaço de práticas construtivas pode ser estendido a atividades dentro de comunidades. Para, enfim, fazer uma análise comparativa com o estudo do grupo americano e compreender as possíveis contribuições que podem ser incorporadas à realidade brasileira. O presente projeto busca, ainda, resgatar e trazer para o debate sobre o ensino de arquitetura no Brasil a contribuição do arquiteto Samuel Mockbee, um dos fundadores do Rural Studio, aprofundando o estudo de sua trajetória como professor e arquiteto, assim como suas idéias, visão de mundo e concepção de ensino. Ao resgatar experiências inovadoras, o presente projeto visa ainda contribuir para uma necessária renovação do ensino de arquitetura no Brasil, aproximando a teoria da prática construtiva e a Universidade da comunidade. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Matéria(s) publicada(s) em Outras Mídias (0 total):
Mais itensMenos itens
VEICULO: TITULO (DATA)
VEICULO: TITULO (DATA)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LOTUFO, Tomaz Amaral. Um novo ensino para outra prática: Rural Studio e Canteiro Experimental, contribuições para o ensino de arquitetura no Brasil. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Arquitetura e Urbanismo São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.