Busca avançada
Ano de início
Entree

Política de implantação das salas de recursos multifuncionais em um município no oeste paulista

Processo: 11/04915-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Educação - Tópicos Específicos de Educação
Pesquisador responsável:Enicéia Gonçalves Mendes
Beneficiário:Cicera Aparecida Lima Malheiro
Instituição-sede: Centro de Educação e Ciências Humanas (CECH). Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Educação especial

Resumo

De 2000 para 2009, o Censo registrou um aumento de 81.695 para 387.031 matriculas de alunos com necessidades educacionais especiais (NEEs) no ensino regular. Quanto ao total de matriculas (escola especial e ensino regular) de 2009 (638.718), 45% são no âmbito municipal. Para apoiar a escolarização dos alunos com NEEs em classes comuns o programa de implementação de salas de recursos multifuncionais (SRMs) distribuiu até o ano de 2010, por volta de 15. 000 dessas salas em todo o território nacional, ficando sob a responsabilidade dos municípios 10.677 SRMs. Embora se observe que quantitativamente o serviço de apoio atendimento educacional especializado (AEE) esta sendo ampliado acompanhando o aumento da demanda de matriculas, questiona-se a forma que estes serviços estão sendo desenvolvidos nas escolas do ensino regular. O objetivo do presente estudo consiste em avaliar os limites e as possibilidades do AEE que está sendo desenvolvido nas SRMs de uma cidade do Oeste Paulista. A abordagem metodológica será baseada na pesquisa colaborativa, tendo como participantes uma coordenadora pedagógica de educação especial e oito professoras de SRMs do município. O estudo será desenvolvido em duas etapas procedimentais: etapa preliminar e etapa de intervenção colaborativa, envolvendo a realização de encontros sistemáticos com os participantes. Os dados serão coletados nas entrevistas e encontros, através de gravações, fotos e diários de campo, e serão tratados por meio da técnica análise de conteúdo. (AU)