Busca avançada
Ano de início
Entree

Teatro Musicado Paulistano na Belle Époque

Processo: 11/03779-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2013
Área do conhecimento:Ciências Humanas - História - História do Brasil
Pesquisador responsável:José Geraldo Vinci de Moraes
Beneficiário:Denise Sella Fonseca
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):História cultural   Música popular   Teatro   Imprensa

Resumo

Este trabalho tem como finalidade investigar o circuito de produção, difusão e recepção das peças de teatro musicado encenadas na cidade de São Paulo no período entre o final do século XIX e as duas primeiras décadas do século XX. Era de intensa efervescência econômica, artística e cultural, a Belle Époque paulistana não tem, no entanto, recebido de modo geral atenção por parte dos pesquisadores com relação à produção, difusão e recepção musical. Nesse período que antecede a evolução dos meios de comunicação eletro-eletrônicos, o teatro musicado teve papel determinante na circulação da cultura musical, mas ainda pouco se sabe sobre o assunto. Já nos últimos anos do século XIX São Paulo passava a ser um dos principais pontos de passagem das companhias internacionais e cariocas em tournée, operação que envolvia o deslocamento de grande aparato técnico e de um número crescente de artistas envolvidos. Ainda que muitos espetáculos não contassem com uma orquestra formalmente constituída, a música tinha um papel primordial tanto nos espetáculos de grande magnitude, quanto nas encenações de grupos filodramáticos nos teatros de bairro. Nos dramas e sobretudo nas comédias, o interesse pelo entretenimento, que levava o público aos teatros, era viabilizado em grande parte pelo acompanhamento musical, parte intrínseca dos espetáculos teatrais e da maior parte das modalidades de entretenimento da época. A história desse universo pode ser resgatada pela memória de cronistas e memorialistas e, principalmente, por meio dos jornais e revistas, que costumavam tratar da centralidade dessas diversões para a sociedade, especialmente no que se refere aos teatros. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
FONSECA, Denise Sella. Uma \'colcha de retalhos\': a música em cena em São Paulo entre o final do século XIX  e início do XX. 2014. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.