Busca avançada
Ano de início
Entree

Detecção e descrição de padrões de mudança de uso do solo na Amazônia usando séries temporais de imagens de satélites

Processo: 10/18854-8
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Ciência da Computação - Sistemas de Computação
Convênio/Acordo: CNPq - Pronex
Pesquisador responsável:Gilberto Camara Neto
Beneficiário:Alexandre Noma
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/58112-0 - Land use change in Amazonia: institutional analysis and modeling at multiple temporal and spatial scales, AP.PFPMCG.TEM
Assunto(s):Mineração de dados   Processamento de imagens   Ecologia da paisagem

Resumo

Desde 1988, o Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE), por meio do Monitoramento da Floresta Amazônica por Satélite, monitora a Floresta Amazônica, estimando taxas anuais de desmatamento e produzindo grande quantidade de dados espaciais de desflorestamento da Amazônia Legal em bancos de dados digitais. Mesmo diante dos problemas causados pela perda da floresta e da disponibilidade gratuita dos dados de desflorestamento na internet, estes dados têm sido pouco explorados pela comunidade. O conhecimento produzido sobre os processos que ocorrem na Amazônia contribui como subsídios para entender e modelar os processos que contribuem em larga escala para o desflorestamento na Amazônia, e para análises que visam compreender a dinâmica da paisagem e auxiliar no monitoramento, fiscalização, e o desenvolvimento de políticas públicas para conter o avanço do desmatamento e evitar futuros impactos na Floresta Amazônica. A partir de séries temporais de imagens é possível fazer inferências sobre as trajetórias de mudanças na cobertura e uso do solo tais como, por exemplo, desmatamento, crescimento das culturas e modificação na estrutura das cidades. A análise multitemporal para detecção de padrões de mudanças requer ferramentas adequadas para extração e análise das informações que caracterizam as mudanças a serem analisadas. Este procedimento é complexo e específico para cada aplicação. Além disso, a análise requer ferramentas computacionais eficientes e robustas, principalmente quando a área de estudo é muito grande como a da região da Amazonia. Atualmente, está em desenvolvimento na Divisão de Processamento de Imagens (DPI), INPE, um sistema computacional baseado em técnicas de mineração de dados para análise de padrões, chamado GeoDMA (Geographical Data Mining Analyst) e que tem sido usado para caracterizar padrões de desmatamento na Amazônia. Dentro deste contexto, o objetivo deste projeto é desenvolver uma extensão para o sistema GeoDMA, incluindo módulos para análise espaço-temporal deobjetos, que permitam realizar procedimentos de análise de padrões de mudanças de cobertura e uso do solo. Este sistema estendido, combinando técnicas de mineração de dados, ecologia da paisagem e análise multitemporal de dados, permitirá a análise de padrões de desflorestamento e, além disso, associar estes padrões aos diferentes processos e estágios de ocupação humana na Floresta Amazônica. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.