Busca avançada
Ano de início
Entree

Lesões de cárie e estado nutricional em mulheres: auto-percepção da saúde bucal e qualidade de vida

Processo: 10/07768-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Silvia Helena de Carvalho Sales Peres
Beneficiário:Leticia Ferreira de Freitas Brianezzi
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Cárie dentária   Obesidade   Qualidade de vida   Saúde pública

Resumo

O perfil nutricional das populações de países desenvolvidos e em desenvolvimento sofreu uma transição em que começou a substituir a preocupação com a subnutrição e doenças infecciosas pelo aumento da prevalência de obesidade, chegando a ser considerada uma epidemia global que ameaça o bem-estar. Este estudo tem como objetivo avaliar a ocorrência de lesões de cárie em estágios iniciais e evoluídas, o estado nutricional, a autopercepção sobre a saúde bucal e a qualidade de vida de mulheres. A amostra será de conveniência, composta por 200 mulheres que procurarem o centro de triagem da Faculdade de Odontologia de Bauru-FOB/USP. Serão feitas tomadas de peso e altura para determinar o índice de massa corporal. Serão realizados os seguintes exames clínicos para identificar as lesões de cárie adotando-se os índices CPOD, ICDAS e NYVAD. Serão aplicados questionários relacionados à saúde, aos hábitos bucais, à autopercepção em relação à saúde bucal, imagem corporal e qualidade de vida (WHOQOL). Para a análise estatística será empregado o teste Qui-quadrado sendo adotado nível de significância de 5%. O estudo da ocorrência de lesões de cárie, em seus estágios inicias, pode contribuir para limitar a evolução da doença e sua relação com estado nutricional é de fundamental importância para um melhor planejamento de ações preventivas interdisciplinares voltadas à redução da ocorrência das doenças e melhora da qualidade de vida. Destaca-se que este é um estudo inicial para analisar as condições gerais e bucais em mulheres, o qual servirá de referencial para que estudos epidemiológicos de grande abrangência possam ser desenvolvidos no futuro.