Busca avançada
Ano de início
Entree

Orientalismo e sociedade: a representação de árabes e muçulmanos e suas transformações nas capas da revista Time do pós-guerra aos dias de hoje

Processo: 10/14622-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Letras
Pesquisador responsável:Mamede Mustafa Jarouche
Beneficiário:Rodrigo Lavaqui Guirado Prates
Instituição-sede: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas (FFLCH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Língua árabe

Resumo

Este projeto insere-se no âmbito dos estudos discursivos, considerando que o homem interage com a sociedade através da linguagem e buscando, portanto, uma investigação em que se observe a relação entre língua, texto e contexto no interior da reflexão contemporânea no domínio das ciências da linguagem. A pesquisa baseia-se no conceito de Orientalismo desenvolvido por Edward Said, e mais especificamente, na observação de que na obra do erudito palestino é possível perceber-se uma dupla articulação do discurso orientalista, reiterada em diferentes momentos ao longo de sua produção teórica: por um lado, (i) enfatizam-se características de permanência do Orientalismo clássico; por outro lado, (ii) destacam-se as modulações nesse discurso, que podem ser percebidas na relação entre as pressões das "várias formações sócio-culturais históricas e políticas que dão às épocas sua individualidade peculiar" e os "detalhes da composição, os fatos da textualidade". Tomando o Orientalismo e sua dupla articulação como objeto, e as capas da revista Time como fonte de estudos e como display para a luta de forças entre o discurso e as pressões sociais em perspectiva histórica, esta pesquisa procurará demonstrar como a relação entre discurso e contexto é central para alcançarmos uma análise que busque abordar a teoria saidiana em toda a sua amplitude e complexidade. Sendo assim, a tarefa fundamental que se coloca é a de perceber, a partir da análise do discurso da revista Time em seu contexto, num período suficientemente abrangente, como se dá a representação de árabes e muçulmanos no discurso midiático ocidental e de que forma as modulações e nuanças dessa representação podem colaborar para a compreensão da dupla articulação do Orientalismo de Edward Said. (AU)