Busca avançada
Ano de início
Entree

Expressão de galectinas 1 e 3 em doenças mieloproliferativas crônicas

Processo: 10/11905-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Fabíola Attié de Castro
Beneficiário:Livia Gonzaga Moura
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:06/50094-8 - Expressão de gênese de proteínas pró e antiapoptóticas em doenças mieloproliferativas crônicas, AP.JP
Assunto(s):Hematologia

Resumo

Doenças mieloproliferativas crônicas (DMPC) são entidades nosólogicas hematológicas malignas caracterizadas pela expansão celular clonal e independência ou hipersensibilidade dos progenitores hematopoéticos a numerosas citocinas. Dentre as DMPC o presente projeto investigará a patogênese da Policitemia Vera (PV), Trombocitemia Essencial (TE) e Mielofibrose Idiopática Crônica (MIC). Os mecanismos celulares e moleculares envolvidos na fisiopatologia e progressão dessas DMPC permanecem ainda desconhecidos. O acúmulo das células da linhagem mielóide presente nessas doenças parece estar intimamente associado à alteração dos processos de apoptose e ou da proliferação celular. Neste contexto, postulamos que as galectinas (Gal) podem contribuir na fisiopatologia das DMPC. As galectinas são proteínas ligantes de carboidratos e participam de funções celulares como adesão, migração, diferenciação, proliferação e apoptose. Em tumores sólidos, leucemia mielóide crônica e leucemia linfóide crônica as Gal-1 e 3 estão associadas a resistência das células alteradas à apoptose, ao processo neoangiogênese, aparecimento de metástases e evasão da resposta imune. O presente projeto quantificará as galectinas 1 e 3 na célula de linhagem Hel 92.1.7, células CD34+ e leucócitos de pacientes com PV, TE e MIC e correlacionará a expressão dessas moléculas com a percentagem de alelos JAK2+, dados clínico-laboratoriais dos pacientes e expressão de genes relacionados à regulação da apoptose celular. A expressão dos galectinas 1 e 3 será realizada pelo método de PCR em tempo real e Western-blot. Os resultados obtidos nesse estudo poderão contribuir para melhor compreensão da fisiopatologia das DMPC. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
MOURA, L. G.; TOGNON, R.; NUNES, N. S.; CATALDI RODRIGUES, L.; FERREIRA, A. F.; KASHIMA, S.; COVAS, D. T.; SANTANA, M.; SOUTO, E. X.; PEROBELLI, L.; SIMOES, B. P.; DIAS-BARUFFI, M.; CASTRO, F. A. Different expression patterns of LGALS1 and LGALS3 in polycythemia vera, essential thrombocythemia and primary myelofibrosis. Journal of Clinical Pathology, v. 69, n. 10, p. 926-929, OCT 2016. Citações Web of Science: 2.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
MOURA, Livia Gonzaga. Expressão de Galectinas-1 e 3 em Neoplasias Mieloproliferativas. 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.