Busca avançada
Ano de início
Entree

Desenvolvimento de mapas de estimativa de área queimada utilizando dados de satélite

Processo: 10/19712-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Meteorologia
Pesquisador responsável:Alberto Waingort Setzer
Beneficiário:Renata Libonati dos Santos
Instituição-sede: Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (Brasil). São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Satélites   Sensoriamento remoto   Queimada

Resumo

Uma das variáveis cruciais para quantificar as emissões associadas à queima de biomassa em escala global é o tamanho da área afetada pelo fogo. Com efeito, a obtenção de um melhor desempenho dos modelos de emissão de poluentes tem sido atualmente um dos objetivos principais da comunidade científica. Neste contexto, o presente projeto pretende contribuir para os estudos da química da atmosfera e mudanças climáticas a nível regional, através do aprimoramento das técnicas de detecção de cicatrizes de queimadas específicas para o Brasil, visando o aprofundamento dos estudos desenvolvidos durante o período de doutoramento, os quais envolvem o uso do sensor Moderate-Resolution Imaging Spectroradiometer (MODIS). Para tanto serão utilizadas imagens MODIS nos intervalos espectrais do infravermelho próximo e infravermelho médio. Aqui se destaca a utilização do infravermelho médio objetivando a identificação de áreas queimadas, visto que representam um importante ganho informacional no que se refere ao mapeamento de cicatrizes de queimadas, tanto pela menor influência atmosférica, quanto pela melhor distinção entre as características espectrais dos alvos queimados e não-queimados nessa região do espectro. A fim de se abranger características ambientais diversas, serão utilizadas como áreas de validação Unidades de Conservação (UC) federais tradicionalmente afetadas pelo fogo, localizadas nos biomas Amazônia e Cerrado. Como resultado espera-se: (i) aprimorar o método desenvolvido por Libonati (2011) visando o mapeamento de áreas afetadas pelo fogo a nível regional, levando em consideração diferentes biomas, características da vegetação, solo e clima e (ii) gerar mapas mensais de área queimada nos biomas de estudo.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Estimativa de áreas queimadas no Brasil ganha maior precisão 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
LIBONATI, RENATA; DACAMARA, CARLOS C.; SETZER, ALBERTO W.; MORELLI, FABIANO; MELCHIORI, ARTURO E. An Algorithm for Burned Area Detection in the Brazilian Cerrado Using 4 gm MODIS Imagery. REMOTE SENSING, v. 7, n. 11, p. 15782-15803, NOV 2015. Citações Web of Science: 20.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.