Busca avançada
Ano de início
Entree

Geração e análise da imunogenicidade de proteínas recombinantes de fusão contendo os diferentes epítopos imunodominantes do antígeno circumsporozoíta de Plasmodium vivax e o agonista da imunidade inata flagelina FliC de Salmonella typhimurium

Processo: 11/03621-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia
Pesquisador responsável:Maurício Martins Rodrigues
Beneficiário:Mônica Teixeira Andrade Leal
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/15132-4 - Geração e análise da imunogenicidade de proteínas recombinantes baseadas nas diferentes formas do antígeno circumsporozoíta de Plasmodium vivax visando o desenvolvimento de uma vacina universal contra malária, AP.TEM
Assunto(s):Vacinas   Plasmodium vivax

Resumo

O P. vivax é a segunda mais prevalente espécie causadora de malária no mundo. Dados recentes estimam que ocorra de 132-391 milhões de casos anualmente. Nas Américas, o P. vivax é responsável por mais de 70% dos casos de malária, sendo considerada como a espécie mais prevalente de plasmódio. A relativa ineficiência das medidas de controle atualmente empregadas exige o desenvolvimento de novas estratégias de prevenção, como vacinas, novas drogas e inseticidas. Apesar de uma constante e crescente atividade de pesquisa, ainda não existe uma vacina capaz de impedir a infecção pelo Plasmodium spp. Entretanto, análises experimentais sugerem que a indução de uma imunidade protetora contra as formas pré-eritrocíticas da malária possa ser um objetivo tangível já que: i) imunizações com formas esporozoítas irradiadas são capazes de induzir proteção assintomática em diversos hospedeiros inclusive o homem, ii) vacinações experimentais em modelos de infecções murinas demonstraram que compostos sintéticos e/ou recombinantes baseados na proteína do circumsporozoíta (CS) são capazes de gerar potente imunidade protetora contra o desafio com esporozoítas de P. berghei ou P. yoelli; iii) vacinações em crianças com uma proteína recombinante baseada na proteína CS de P. falciparum reduziu a incidência da doença durante a exposição natural ao plasmódio. Apesar de que nos últimos 12 anos geramos diversas proteínas recombinantes de antígenos imunodominantes das formas eritrocíticas de P. vivax, é nossa hipótese que uma formulação vacinal eficaz para a indução de resposta imune protetora contra o P. vivax deverá conter regiões imunodominantes de várias formas do parasita. Esta estratégia visa aumentar a intensidade da resposta imune e o número de alvos por parasita. Visa também reduzir o impacto do polimorfismo genético e a possibilidade de seleção de variantes antigênicas. Para tal, necessitaremos de diversos antígenos expressos em diferentes formas do parasita. Assim, será o objetivo deste projeto a geração de proteínas recombinantes contendo as regiões imunodominantes das proteínas CS expressas por formas pré-eritrocíticas de diferentes variantes de P. vivax. Estas proteínas serão produzidas num sistema de expressão bacteriana recentemente desenvolvido por nós e que utiliza uma proteína agonista da imunidade inata flagelina FliC de Salmonella Typhimurium como carreadora e adjuvante (Bargieri et al., 2008 e Bargieri et al., 2010). Utilizaremos uma proteína recombinante já disponível contendo as três regiões imunodominantes repetidas da proteína CS de P. vivax. Tentaremos produzir mais duas proteínas que contenham em adição a esta região, as porções C-terminal somente ou as porções C e N-terminais da proteína CS de P. vivax. Estas proteínas de fusão serão expressas, purificadas e utilizadas para ensaios de imunizações experimentais em modelos animais. As proteínas serão injetadas em camundongos na ausência e na presença de diferentes formulações de adjuvantes baseadas em nossa experiência anterior com vacinações experimentais com proteínas recombinantes. Ao final deste projeto esperamos ter uma ou mais proteínas recombinantes que possam servir para futuras imunizações clínicas nos testes de uma vacina contra a malária causada pelo P. vivax. (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.