Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da iontoforese na penetração de nanopartículas lipídicas sólidas em tumores cutâneos

Processo: 11/04384-2
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de janeiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia - Farmacotecnia
Pesquisador responsável:Renata Fonseca Vianna Lopez
Beneficiário:Lucas de Andrade Huber
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto (FCFRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Nanotecnologia   Doxorrubicina   Nanopartículas   Carcinoma de células escamosas   Iontoforese

Resumo

O desenvolvimento de formulações visando aumentar a penetração cutânea de antineoplásicos para o tratamento tópico do câncer de pele vem sendo estudado por nosso grupo de pesquisa desde 2001. Recentemente, em tese de doutorado desenvolvida em nosso laboratório e financiada pela FAPESP, nanopartículas lipídicas sólidas (NLS) contendo o antineoplásico doxorrubicina (DOX) foram desenvolvidas e o aumento da penetração cutânea e citotoxicidade deste fármaco foram observados. No entanto, como o câncer de pele ocorre nas camadas mais profundas da pele, para o seu tratamento as NLS devem preferencialmente primeiramente atingir essas camadas, para então liberar o fármaco no local onde a patologia se encontra. Sendo assim, a iontoforese, que é uma técnica utilizada para melhorar a permeação cutânea de fármacos, pode também ser utilizada para aumentar a penetração da NLS. No entanto, os mecanismos pelos quais as NLS aumentam a penetração de fármacos hidrofílicos, como a DOX, ainda não foram elucidados nem mesmo na ausência da iontoforese. Não se sabe ao certo se: (1) as NLS penetram na pele intactas ou se (2) as mesmas se fundem em contato com o EC, modificando esta barreira e facilitando a difusão do fármaco. A aplicação da iontoforese nas NLS pode também alterar esses mecanismos. Além do mecanismo de penetração de fármacos a partir das NLS, estudar a penetração das NLS e do fármaco nelas encapsulado no tecido tumoral, e não na pele sadia como foi feito até então, poderia auxiliar na determinação do tempo de aplicação da formulação nanoparticulada e na distribuição do fármaco e da NLS no tumor. Sendo assim, o objetivo deste projeto é desenvolver NLS fluorescentes contendo DOX e estudar in vitro o mecanismo e a via de penetração cutânea dessas NLS na presença e ausência da iontoforese. Além disso, a penetração tumoral das NLS-DOX será estudada in vivo visando avaliar principalmente a distribuição e retenção tumoral da DOX após iontoforese das NLS. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
HUBER, LUCAS A.; PEREIRA, TATIANA A.; RAMOS, DANIELLE N.; REZENDE, LUCAS C. D.; EMERY, FLAVIO S.; SOBRAL, LAYS MARTIN; LEOPOLDINO, ANDREIA MACHADO; LOPEZ, RENATA F. V. Topical Skin Cancer Therapy Using Doxorubicin-Loaded Cationic Lipid Nanoparticles and Iontophoresis. JOURNAL OF BIOMEDICAL NANOTECHNOLOGY, v. 11, n. 11, p. 1975-1988, NOV 2015. Citações Web of Science: 24.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
HUBER, Lucas de Andrade. Influência da iontoforese na penetração de nanopartículas lipídicas sólidas em tumores cutâneos. 2013. Dissertação de Mestrado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Ciências Farmacêuticas de Ribeirão Preto Ribeirão Preto.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.