Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo dos efeitos do pré-tratamento com canabidiol e da indução de pós-descarga hipocampal única sobre as alterações de plasticidade sináptica geradas por ketamina na via CA1-mPFC em ratos anestesiados in vivo

Processo: 11/04467-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 30 de abril de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:João Pereira Leite
Beneficiário:Matheus Teixeira Rossignoli
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Eletrofisiologia

Resumo

Transtornos psicóticos afetam cerca de 20% dos pacientes acometidos por epilepsia do lobo temporal (ELT) e resultam de disfunções, ainda pouco compreendidas, presentes em vários níveis de organização neurobiológica. Em modelos experimentais, a administração de antagonistas de receptores NMDA como cloridrato de cetamina (KET) gera claras alterações da eficiência sináptica na via CA1-córtex pré-frontal medial (mPFC), além de anormalidades comportamentais, como hiperlomoção, prejuízo de memória de trabalho e déficit em inibição por pré-pulso em sobressalto acústico (PPI). Diversos trabalhos relacionados a transtornos psiquiátricos em modelos animais e na clínica apontam o canabidiol (CBD) como um possível antiepilético, antipsicótico e ansiolítico. Além disso, o CBD parece ter um papel importante em circuitarias que envolvem o mPFC, sendo capaz, inclusive, de reverter a hiperlomoção gerada por administração de KET em camundongos. A indução de uma única pós-descarga (AD) por aplicação de estímulos elétricos em alta frequência no hipocampo, gera anomalias comportamentais muito semelhantes às observadas em roedores sob efeito de KET. Esses dados fornecem evidências adicionais sobre uma possível sobreposição entre os circuitos neuronais subjacentes à ELT e psicose. Apesar da relevância dessas questões, não existem ainda estudos reportando a possível modulação do CBD, AD e KET sobre a indução de plasticidade sináptica de curta duração, sob o modelo de facilitação por pulso-pareado (PPF, do inglês paired-pulse facilitation) e sobre a indução e manutenção da potenciação de longa-duração (LTP) na via CA1-mPFC. Sendo assim, o objetivo deste projeto é descrever e comparar os efeitos do tratamento com KET, CBD e AD sobre: (1) os potenciais pós-sinápticos de campo (fPSPs, do inglês field postsynaptic potentials) basais evocados no mPFC por estimulação elétrica de CA1; (2) a plasticidade sináptica (modelos de PPF e LTP) induzida nas mesmas projeções hipocampo-corticais; e (3) os potenciais de campo locais (LFPs) registrados simultaneamente no mPFC e no hipocampo dorsal. Adicionalmente, testaremos a hipótese de que o pré-tratamento com CBD ou AD poderia atenuar os efeitos previamente descritos de KET sobre os fPSPs basais da via CA1-mPFC. Todos os experimentos serão realizados in vivo, em ratos Wistar anestesiados com uretana. Espera-se que o presente projeto possa contribuir para o melhor entendimento dos mecanismos envolvidos em comorbidades psiquiátricas (especialmente psicose) associadas à ELT. Além disso, pretende-se fornecer evidências adicionais sobre o possível papel antipsicótico do CBD e a possível propriedade terapêutica da AD-hipocampal quando aplicada antes do tratamento com KET (modelo experimental de psicose). (AU)

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.