Busca avançada
Ano de início
Entree

Intervenção farmacêutica na farmacoterapia de pacientes HIV positivos: resultado desta nos procedimentos e economia

Processo: 11/04426-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Patricia Moriel
Beneficiário:Renata Cavalcanti Carnevale
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Médicas (FCM). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Farmácia clínica   Tratamento farmacológico

Resumo

Apesar do constante desenvolvimento de novos medicamentos e do Programa de DST/AIDS do Ministério da Saúde no Brasil ser modelo para o mundo, existem ainda desafios. É de fundamental importância que seja realizado um acompanhamento farmacoterapêutico dos pacientes, dada a grande quantidade de medicamentos administrados e interações medicamentosas e devido também ao alto índice de não adesão ao tratamento, responsável pela resistência viral e portanto ineficácia terapêutica. Portanto, o acompanhamento farmacoterapêutico ao objetivar a diminuição dos problemas relacionados aos medicamentos (PRMs), e promover o uso racional de medicamentos, impacta também nos custos gerados pelos pacientes ao Sistema de Saúde, o que é bastante positivo, dado os altos custos e os recursos limitados associados à área da saúde. O objetivo deste projeto é determinar o impacto do acompanhamento farmacoterapêutico em pacientes HIV positivos na economia e na farmacoeconomia, contribuindo assim, para determinar se a intervenção farmacêutica traz além de benefícios clínicos aos pacientes, benefícios econômicos ao Hospital, resultantes de uma possível racionalização do uso de recursos, justificando financeiramente ou não, a implementação da Farmácia Clínica no Hospital Dia. Serão estudados 140 pacientes HIV positivos do Hospital Dia que serão randomizados em dois grupos com n=70: Grupo I, que não será atendido pelo farmacêutico e o Grupo II, que será atendido pelo farmacêutico. O acompanhamento farmacoterapêutico será realizado, utilizando-se o método PWDT (Pharmacist´s workup of drug therapy; STRAND ET AL, 1988), adaptado à realidade da população. Será realizada revisão dos prontuários dos pacientes, para se obter informações sobre internações, procedimentos, consulta médicas, atendimentos de enfermagem, exames laboratoriais, e medicamentos, ocorridos em um período estabelecido de 6 meses. Os pacientes do Grupo Controle serão pareados 1:1 com o Grupo Intervenção, levando-se em consideração o sexo e valor de CD4, para garantir homogeneidade dos grupos. Serão obtidos os valores em reais (R$) de todos os procedimentos realizados, e então será determinado o gasto total gerado por cada grupo em relação aos itens abordados, para que se possa fazer uma comparação entre os 2 grupos, e se chegar a uma conclusão sobre o impacto econômico do acompanhamento farmacoterapêutico. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
CARNEVALE, Renata Cavalcanti. Análise farmacoeconômica da farmácia clínica em pacientes HIV positivo = : Pharmacoeconomic analysis of clinical pharmacy in HIV-positive patients. 2012. Dissertação de Mestrado - Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Faculdade de Ciências Médicas.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.