Busca avançada
Ano de início
Entree

Silenciamento do gene HIF1A em linhagem de meduloblastoma exposta ao ambiente de hipóxia

Processo: 11/04682-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Mestrado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Bioquímica - Biologia Molecular
Pesquisador responsável:Elvis Terci Valera
Beneficiário:Gustavo Alencastro Veiga Cruzeiro
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):12/06592-4 - Investigação de mecanismos epigenéticos regulados por HIF1A e seus alvos transcritos em linhagem de meduloblastoma exposta ao ambiente de hipóxia, BE.EP.MS
Assunto(s):Oncologia   Meduloblastoma   Anóxia   RNA interferente pequeno

Resumo

O meduloblastoma é um tumor cerebral maligno mais frequente em crianças e é caracterizado pelo seu desenvolvimento a partir de células-tronco precursoras neurais da camada granular do cerebelo, no entanto há várias questões sobre sua origem celular a serem esclarecidas. Os pacientes são divididos em grupos com base na idade, grau de ressecção e disseminação da doença. O tratamento padrão inclui cirurgia, quimioterapia e dependendo da idade radioterapia. É importante ressaltar que uma maior compreensão da sinalização molecular do desenvolvimento e proliferação do meduloblastoma provavelmente alterará a estratificação dos pacientes e o manejo da doença. O esclarecimento da biologia molecular e das vias de sinalização da neuro-oncogênese destas células tumorais poderão nos levar a uma terapia-alvo mais efetiva e menos tóxica. A hipóxia é um estado de redução da tensão de oxigênio e ocorre naturalmente em diversos processos biológicos como a cicatrização de um ferimento ou a realização de exercícios físicos. No entanto, há situações patológicas em que o estado de hipóxia está presente, como por exemplo a isquemia cerebral ou pulmonar e câncer. Análises histoquímicas revelaram que HIF1A (fator indutor de hipóxia) e seus genes-alvo são superexpressos em vários tipos de tumores em humanos. Normalmente a presença de HIF1A no tumor está relacionada com um prognóstico desfavorável.Neste trabalho serão realizados ensaios de proliferação in vitro da linhagem de meduloblastoma UW402 em exposição ao ambiente sob hipóxia. O objetivo é investigar a expressão de genes da via de sinalização HIF nesta condição e posteriormente realizar o silenciamento gênico por siRNA do gene HIF1A para a elucidação de sua função e o que acarreta na expressão dos genes associados HIF2A, VEGF e SLCA2A. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
VEIGA CRUZEIRO, GUSTAVO ALENCASTRO; DOS REIS, MARISTELLA BERGAMO; SILVEIRA, VANESSA SILVA; PEIXOTO LIRA, REGIA CAROLINE; CARLOTTI, CARLOS GILBERTO; NEDER, LUCIANO; OLIVEIRA, RICARDO SANTOS; YUNES, JOSE ANDRES; BRANDALISE, SILVIA REGINA; AGUIAR, SIMONE; ETEROVIC, AGDA KARINA; TONE, LUIZ GONZAGA; SCRIDELI, CARLOS ALBERTO; VALERA, ELVIS TERCI. HIF1A is Overexpressed in Medulloblastoma and its Inhibition Reduces Proliferation and Increases EPAS1 and ATG16L1 Methylation. CURRENT CANCER DRUG TARGETS, v. 18, n. 3, p. 287-294, 2018. Citações Web of Science: 2.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.