Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo da degradação química do fármaco ácido mefenâmico via processos oxidativos AVANÇADOS(POA)

Processo: 11/10264-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Engenharias - Engenharia Sanitária - Tratamentos de Águas de Abastecimento e Residuárias
Pesquisador responsável:Renata Colombo
Beneficiário:Renato Alves Ferreira
Instituição-sede: Instituto de Química de São Carlos (IQSC). Universidade de São Paulo (USP). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Cromatografia líquida de alta pressão   Ácido mefenâmico   Processos oxidativos avançados

Resumo

Nas últimas décadas estudos envolvendo análises ambientais têm detectado a presença de resíduos de fármacos em efluentes de estações de tratamento de esgoto (ETE), águas de superfície, águas de mares, águas subterrâneas e algumas águas potáveis de muitos países. No Brasil a principal rota de aporte deste tipo de contaminante em águas superficiais é o lançamento de esgoto in natura, visto que em muitas localidades há um grande déficit de infra-estrutura em saneamento. Outra rota importante é o lançamento de efluentes de estações de tratamento de esgotos domésticos, uma vez que alguns fármacos são resistentes aos processos de tratamento utilizados atualmente.Neste projeto a degradação química, via Processos Oxidativos Avançados (POA), do fármaco ácido mefenâmico será estudada. Pretende-se determinar um processo eficiente para a degradação e eliminação desta substância em meio aquoso, além monitorar os possíveis intermediários formados. A eficiência dos processos de degradação aplicados será avaliada pela cinética de oxidação deste fármaco, e de seus intermediários que serão monitorados através de técnicas analíticas como a Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (HPLC), a Análise de Carbono Orgânico Total (TOC) e Espectrofotometria UV-VIS.Considerando-se o atual impacto ambiental gerado pelo processo ineficiente de tratamento de água para o fármaco em questão, no final do projeto pretende propor um processo de degradação eficiente na eliminação deste contaminante, bem como propor metodologias analíticas, que poderão ser empregadas industrialmente para o controle de qualidade das águas residuais geradas nas indústrias farmacêuticas e nas estações de tratamento de esgoto (ETE).

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COLOMBO, RENATA; FERREIRA, TANARE C. R.; FERREIRA, RENATO A.; LANZA, MARCOS R. V. Removal of Mefenamic acid from aqueous solutions by oxidative process: Optimization through experimental design and HPLC/UV analysis. Journal of Environmental Management, v. 167, p. 206-213, FEB 1 2016. Citações Web of Science: 8.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.