Busca avançada
Ano de início
Entree

Volatilização de amônia, produção de matéria seca e teores foliares de n do capim-piatã e do milho para silagem adubado com formulações de fontes nitrogenadas e aluminossilicatos

Processo: 11/10630-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 29 de fevereiro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Alberto Carlos de Campos Bernardi
Beneficiário:Rodrigo Donizeti Cardoso
Instituição-sede: Pecuária Sudeste. Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (EMBRAPA). Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Brasil). São Carlos , SP, Brasil
Assunto(s):Ureia   Capim braquiarão   Zea mays   Bentonita   Fertilidade do solo

Resumo

O nitrogênio é o nutriente que mais influencia a produção do capim-piatã e do milho. O manejo da adubação nitrogenada deve considerar a época, doses e também fontes do nutriente, uma vez que existem vários processos que interferem na dinâmica do nitrogênio no solo que podem reduzir a eficiência dessa prática. A perda de nitrogênio por volatilização de amônia é um dos principais fatores para a baixa eficiência da uréia aplicada na superfície do solo. A redução das perdas por volatilização pode ser obtida com a adição de aluminossilicatos à uréia na adubação. O objetivo deste trabalho é avaliar a volatilização de amônia, o rendimento de matéria seca e teores foliares do capim-piatã e do milho para silagem adubado com formulações de fontes nitrogenadas e aluminossilicatos. Serão realizados dois experimentos: em vasos em casa de vegetação com o capim-piatã e no campo com milho, ambos em delineamento experimental de blocos casualizados com três repetições. Os tratamentos para adubação do capim-piatã consistirão de fontes de nitrogênio: uréia, uréia incorporada ao solo, uréia em mistura com três aluminossilicatos (clinoptilolita, zeólita e bentonita), sulfato de amônio, nitrato de amônio aplicados na dose de 100 kg ha-1 de N, além do controle (0 kg ha-1 de N). A amônia volatilizada será capturada por um absorvedor de espuma revestido com politetrafluoroetileno. Serão realizadas avaliações das perdas por volatilização, produção de matéria seca, teores de nitrogênio na parte aérea e calculadas a eficiência do uso de N (EUN), a eficiência agronômica (EA), a eficiência de recuperação pela cultura (ER) e a eficiência fisiológica (EF) do capim-piatã em função das fontes de N testadas. Os melhores tratamentos obtidos no experimento de casa de vegetação serão levados a campo para serem testados na cultura do milho para silagem. Será realizadas as mesmas determinações de perdas por volatilização, produção de matéria seca, teores de nitrogênio na parte aérea e calculadas EUN, EA, ER e EF do milho para silagem em função das fontes de N testadas.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.