Busca avançada
Ano de início
Entree

Efeitos do laser em baixa intensidade e do tratamento biomimético na osseointegração

Processo: 11/02877-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia
Pesquisador responsável:Luana Marotta Reis de Vasconcellos
Beneficiário:Daiane Acacia Griti Bueno
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia (FOSJC). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José dos Campos. São José dos Campos , SP, Brasil
Assunto(s):Ósseointegração   Interface   Laser   Histologia

Resumo

As pesquisas em Implantodontia enfatizam a otimização das superfícies de implantes, modificadas mecânica, física ou quimicamente, visando melhorar a reparação óssea. Recentemente, verificou-se que a fotoestimulação do tecido ósseo com laser em baixa intensidade tem acelerado o reparo ósseo. O presente estudo terá como objetivo avaliar a osteogênese in vivo em implantes comerciais submetidos ou não tratamento biomimético (TB), sendo associado ou não a laserterapia. Serão utilizados 60 implantes de superfície tratada da marca comercial Sistema de Implantes Nacional (SIN), os quais serão divididos em quatro grupos: a) grupo 1: controle; b) grupo 2: implante submetido ao tratamento biomimético; c) grupo 3: implante + laserterapia; d) grupo 4: implante submetido ao tratamento biomimético + laserterapia. A laserterapia será realizada com o laser em baixa intensidade (Arseneto de Gálio Alumínio - ArGaAl) utilizando os parâmetros de 100 mW de potência contínua, 808 nm de comprimento de onda e 23 J/cm2 de densidade de energia. Previamente a cirurgia, a superfície de 04 implantes submetidos ao TB será caracterizada por espectrometria de dispersão de energia (EDS). Quinze coelhos, da raça Nova Zelândia, serão utilizados para avaliar e comparar a reparação do tecido ósseo ao redor dos implantes de titânio, por meio de análise histológica e histomorfométrica. Cada coelho receberá um implante de cada grupo. Cinco coelhos, selecionados aleatoriamente, serão sacrificados 01, 02 e 06 semanas após a cirurgia. Os dados da análise histomorfométrica serão avaliados pelo teste estatístico ANOVA e teste de Tukey (p<0,05).

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.