Busca avançada
Ano de início
Entree

Fitoterápicos padronizados para o tratamento de doenças crônicas: Machaerium eriocarpum (Fabaceae)

Processo: 11/09568-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química - Química Orgânica
Pesquisador responsável:Miriam Sannomiya
Beneficiário:Charlyana de Carvalho Bento
Instituição-sede: Escola de Artes, Ciências e Humanidades (EACH). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fabaceae   Medicamentos fitoterápicos   Química de produtos naturais   Doença crônica

Resumo

Este projeto tem como objetivo contribuir para o conhecimento da potencialidade de algumas espécies pertencentes ao gênero Machaerium do cerrado brasileiro, através de um estudo químico-farmacológico, ou seja, isolamento e identificação das substâncias presentes nos extratos vegetais, acompanhada dos ensaios farmacológicos para as atividades antiúlcera, antiinflamatória/analgésica, antimutagênica e mutagênica. De acordo com a literatura, algumas espécies de Machaerium (Fabaceae) são de uso etnofarmacológico como é o caso de Machaerium hirtum (Vell.) Stellfeld., a qual é uma planta cujas cascas são utilizadas popularmente contra inflamação. É popularmente conhecida como "espinheira". Apesar disto, não existe relatos até o momento, abordando sobre estudos químicos ou farmacológicos desta espécie.