Busca avançada
Ano de início
Entree

Médicos da atenção primária em saúde e acadêmicos da Faculdade de Medicina de Botucatu: existe receptividade aos alunos?

Processo: 11/10700-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Saúde Coletiva - Saúde Pública
Pesquisador responsável:Ione Morita
Beneficiário:Rafael Bispo Paschoalini
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Preceptoria   Atenção primária à saúde   Educação médica

Resumo

A Atenção Primária em Saúde vem se tornando um componente de grande relevância na configuração dos atuais sistemas de saúde e da educação médica, por meio das Diretrizes Curriculares Nacionais, sendo destacados alguns fatores relacionados ao sucesso do processo educativo dentro desta lógica: objetivos claros e definidos para a disciplina, aprendizes interessados, professores com capacitação e disponibilidade, além de infraestrutura institucional, com suporte sócio-político, técnico e financeiro. Novos cenários devem propiciar a participação dos alunos em ações de promoção à saúde em área territorial definida, com referência a uma Unidade Básica de Saúde ou uma Equipe de Saúde da Família, no qual o estudante participe ativamente da integralidade das ações das equipes junto às comunidades. Entendemos que a inserção dos estudantes de graduação na rede traz para debate algumas questões de ordem pedagógica, uma vez que pressupõe um trabalho de mediação entre teoria e prática a ser realizado por docentes das instituições formadoras e também por tutores ou colaboradores que possam atuar como preceptores destes estudantes. Isto nos remete aos sérios problemas vividos por esses trabalhadores no que se refere às políticas de recursos humanos, às condições, algumas vezes, precárias, no ambiente de trabalho e à falta de oportunidades para a educação continuada, entre outros fatores. O objetivo deste estudo é conhecer a opinião destes preceptores sobre o acolhimento dos estudantes de medicina nas USF como espaço de ensino: existe receptividade ao aluno?