Busca avançada
Ano de início
Entree

Aplicação da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) em mulheres com disfonia por tensão muscular

Processo: 11/13787-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Programa Capacitação - Treinamento Técnico
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de março de 2013
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Kelly Cristina Alves Silverio
Beneficiário:Larissa Thaís Donalonso Siqueira
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:10/19470-9 - Aplicação da estimulação elétrica nervosa transcutânea (TENS) em mulheres com disfonia por tensão muscular, AP.R
Assunto(s):Estimulação elétrica nervosa transcutânea   Qualidade da voz   Voz   Distúrbios da voz

Resumo

Introdução: A disfonia por tensão muscular (DTM) é definida como uma alteração hiperfuncional da fonação; pode ou não estar associada a lesões benignas na laringe, como nódulos e espessamento mucoso, mais comum em mulheres. Para o tratamento são recomendadas técnicas de relaxamento cervical e laríngeo, buscando-se o equilíbrio da musculatura intrínseca da laringe, concomitantemente à estimulação da onda de mucosa das pregas vocais, objetivando-se a regressão da lesão quando presente. Por outro lado, a Estimulação Nervosa Elétrica Transcutânea (TENS) é usada para o controle ou alívio da dor, melhora da vascularização na região da aplicação, relaxamento muscular e tem sido considerada como recurso coadjuvante em DTM. Objetivo: avaliar o efeito da aplicação da TENS na voz, laringe e qualidade de vida relacionada à voz em mulheres com DTM. Método: participarão do estudo 30 mulheres, disfônicas, com nódulos vocais bilaterais ou espessamento mucoso bilateral e fenda à fonação, divididas em dois grupos: Grupo Experimental (GE) - 15 indivíduos que receberão 12 sessões de aplicação de TENS (200 µs e 10 Hz) por 30 minutos e terapia manual circunlaríngea, por 20 minutos, com duas sessões semanais; Grupo Controle (GC) com 15 indivíduos que serão submetidos à terapia manual circunlaríngea por 20 minutos, com mesmo número de sessões e condições que os indivíduos do GE. A voz será avaliada por meio de entrevista, aplicação de questionário de qualidade de vida e voz, análise perceptivo-auditiva e acústica; a laringe por meio de laringoscopia. Todos os procedimentos de avaliação ocorrerão antes e até 10 dias após a realização dos procedimentos de ambos os grupos. Os dados serão analisados estatisticamente por meio de testes paramétricos.