Busca avançada
Ano de início
Entree

Estado nutricional e condições bucais em mulheres: impacto na qualidade de vida

Processo: 11/07253-6
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de agosto de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Odontologia - Odontologia Social e Preventiva
Pesquisador responsável:Silvia Helena de Carvalho Sales Peres
Beneficiário:Ana Célia Panveloski Costa
Instituição-sede: Faculdade de Odontologia de Bauru (FOB). Universidade de São Paulo (USP). Bauru , SP, Brasil
Assunto(s):Doenças periodontais   Mulheres   Obesidade   Odontologia preventiva

Resumo

O perfil nutricional das populações de países desenvolvidos e em desenvolvimento sofreu uma transição em que começou a substituir a preocupação com a subnutrição e doenças infecciosas pelo aumento da prevalência de obesidade, chegando a ser considerada uma epidemia global que ameaça o bem-estar. A obesidade pode estar associada a diversas comorbidades tais como diabetes mellitus, doenças cardiovasculares, certa forma de câncer e distúrbios respiratórios do sono, a obesidade representa um considerável problema de saúde pública. Estudos têm mostrado a relação entre o aumento do índice de massa corporal (IMC) e problemas bucais, principalmente quanto à doença periodontal. Este estudo tem como objetivos avaliar o estado nutricional de mulheres e relacionar com problemas bucais (doença periodontal, hiposalivação, desgaste dentário, perda dentária) e avaliar o impacto da condição bucal e do estado nutricional na qualidade de vida de mulheres. A amostra será constituída por mulheres que procurarem o setor de triagem da Faculdade de Odontologia de Bauru (n=100) e por funcionárias não docentes da IES (n=100), totalizando 200 pacientes. Serão feitas tomadas de peso e altura para determinar o índice de massa corporal. Os exames clínicos irão analisar: doença periodontal por meio de profundidade de sondagem e nível de inserção clínica para avaliação periodontal, desgaste dentário adotando-se o índice IDD e fluxo salivar por meio da coleta da saliva estimulada. Será registrado o número de dentes perdidos. Questionários relacionados à saúde, aos hábitos bucais, à autopercepção em relação à saúde bucal, imagem corporal e qualidade de vida (WHOQOL) serão aplicados. Para a análise estatística será empregado o teste Qui-quadrado sendo adotado nível de significância de 5%. O estudo da relação entre estado nutricional e saúde bucal de mulheres é de fundamental importância para um melhor planejamento de ações preventivas interdisciplinares voltadas à redução da ocorrência das doenças nesse grupo da população e melhora na qualidade de vida.