Busca avançada
Ano de início
Entree

Padronização do transplante de medula óssea de camundongos transgênicos falciformes e indução inflamatória e avaliação do papel das plaquetas in vivo na vaso-oclusão

Processo: 11/50959-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Nicola Amanda Conran Zorzetto
Beneficiário:Camila Bononi de Almeida
Instituição-sede: Centro de Hematologia e Hemoterapia (HEMOCENTRO). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas, SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:08/57441-0 - Alterações clínicas, celulares e moleculares nas hemoglobinopatias e em outras anemias hemolíticas hereditárias, AP.TEM
Assunto(s):Anemia falciforme   Estresse oxidativo

Resumo

Anemia falciforme (AF) é uma desordem na síntese de hemoglobina causada por uma mutação pontual que leva à substituição de um aminoácido e conseqüentemente ocorre a produção de uma hemoglobina defeituosa, HbS. Em locais com baixa [02], essa hemoglobina polimeriza resultando em uma série de alterações que podem culminar em crises de vaso-oclusão com conseqüências graves. A AF é uma doença inflamatória crônica caracterizada também por leucocitose e lesões nas células endoteliais. Os leucócitos possuem um papel importante na AF, pois são células grandes, pouco deformáveis e se aderem facilmente ao endotélio vascular ativado, além de interagirem com eritrócitos circulantes. As células endoteliais ativadas, também são essenciais no vaso-oclusão, uma vez que expressam moléculas de adesão além de fatores teciduais. Já as plaquetas possivelmente apresentam um papel importante na inflamação presente nos pacientes falciformes estando envolvidas na formação de agregados celulares que contribuem com a inflamação vascular e danos em tecidos. Atualmente um modelo de camundongo transgênico falciforme vem sendo bastante utilizado nos estudos in vivo da AF. Assim, o objetivo desse projeto baseia-se na padronização de técnicas de transplante de medula óssea de camundongos falciformes para camundongos selvagens previamente preparados com o intuito de aumentar a colônia de animais transgênicos; padronização da indução de um processo inflamatório e conseqüentemente vaso-oclusivo em camundongos falciformes; e avaliação da participação das plaquetas no processo vaso-oclusivo em camundongos falciformes. (AU)

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Estudo identifica droga capaz de prevenir complicações da hemólise 

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
NICOLA CONRAN; CAMILA BONONI ALMEIDA. Hemolytic vascular inflammation: an update. Revista Brasileira de Hematologia e Hemoterapia, v. 38, n. 1, p. 55-57, Fev. 2016.
ALMEIDA, CAMILA BONONI; BOTELHO SOUZA, LUCAS EDUARDO; LEONARDO, FLAVIA COSTA; MARANHAO COSTA, FABIO TRINDADE; WERNECK, CLAUDIO C.; COVAS, DIMAS TADEU; COSTA, FERNANDO FERREIRA; CONRAN, NICOLA. Acute hemolytic vascular inflammatory processes are prevented by nitric oxide replacement or a single dose of hydroxyurea. Blood, v. 126, n. 6, p. 711-720, AUG 6 2015. Citações Web of Science: 36.
ALMEIDA, CAMILA BONONI; SCHEIERMANN, CHRISTOPH; JANG, JUNG-EUN; PROPHETE, COLETTE; COSTA, FERNANDO FERREIRA; CONRAN, NICOLA; FRENETTE, PAUL S. Hydroxyurea and a cGMP-amplifying agent have immediate benefits on acute vaso-occlusive events in sickle cell disease mice. Blood, v. 120, n. 14, p. 2879-2888, OCT 4 2012. Citações Web of Science: 37.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.