Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo imunohistoquímico da lâmina própria da laringe relacionado ao processo de senilidade

Processo: 11/10174-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de maio de 2014
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Regina Helena Garcia Martins
Beneficiário:Anete Antunes de Oliveira Branco
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FMB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/04747-3 - Ativação miofibroblástica idade-dependente na cicatrização de pregas vocais. interação fisiopatológica do remodelamento da matriz extracelular, BE.EP.DR
Assunto(s):Histologia   Prega vocal   Imuno-histoquímica

Resumo

Introdução: O conjunto de eventos biológicos que acontece na laringe com o avanço da idade causa uma série de mudanças na configuração e na funcionalidade do órgão, caracterizando o conceito presbilaringe à laringe senil e presbifonia à característica vocal dessa população. Contudo, a associação do envelhecimento aos danos celulares, teciduais e biomecânicos, aumenta a vulnerabilidade a diversas alterações vocais.Objetivos: Identificar as alterações imunohistoquímicas relacionadas ao processo de senilidade da laringe. Casuística e Métodos: Para o presente estudo, serão utilizadas as laringes humanas removidas de 30 cadáveres com idade entre 60 a 100 anos, durante a rotina de necrópsia do Departamento de Patologia da Faculdade de Medicina de Botucatu/UNESP. Na constituição do grupo controle serão utilizadas 10 peças de laringe de cadáveres adultos necropsiados no mesmo serviço (FMB), com idade entre 30 e 50 anos. As pregas vocais serão removidas, fixadas em formol a 10% durante 48 horas, incluídas em parafina e preparadas para as reações imunoistoquimicas. Serão excluídas aquelas com processos inflamatórios agudos e crônicos, exulceração de mucosa laríngea ou outras lesões morfológicas patológicas. O estudo imunohistoquimico será realizado com os seguintes anitcorpos: laminina, fibronectina, colágeno I, colágeno III, colágeno IV e elastina. Após a preparação do material, as lâminas dos idosos e dos adultos serão analisadas por patologista experiente por meio da quantificação da densidade de marcação de cada anticorpo na lâmina própria, identificada pelo grau de acúmulo de coloração. Cada componente terá sua cor automaticamente selecionada pelo programa Image Pro Plus 4.5 (Media Cybernetics, Silver Spring, MD, USA) o qual quantificará a área em micrômetros quadrados (¼m2). Após desfeita a randomização aleatória do material, os dados serão transportados para o programa Excel Windows® e colocados em forma de tabela para análise estatística. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BRANCO, Anete Antunes de Oliveira. Estudo do remodelamento da lâmina própria da laringe relacionado ao processo de senilidade. 2014. 68 f. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Faculdade de Medicina..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.