Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudo do efeito da manipulação da rede de citocinas sobre o padrão de sono e desempenho de camundongos na tarefa de esquiva inibitória de múltiplas tentativas

Processo: 11/11902-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia
Pesquisador responsável:Débora Cristina Hipólide
Beneficiário:Lia Assae Esumi
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Neuroimunomodulação   Interleucina-10

Resumo

Dentre as funções atribuídas ao sono destaca-se a hipótese de que este fenômeno participa de processos de aprendizagem e memória. Muitos estudos sobre privação de sono já evidenciaram que esta manipulação prejudica a consolidação de memórias, observa-se prejuízo de desempenho de humanos e animais em diversas tarefas de memória. Porém, os mecanismos envolvidos em tal efeito ainda não foram esclarecidos. Dados recentes indicam a possibilidade do envolvimento de componentes do sistema imunológico no prejuízo de memória resultante da privação de sono. Sugere-se que tais moléculas envolvidas sejam as citocinas, pois sabe-se que estes mediadores têm o potencial de alterar processos de memória. Portanto, o presente projeto tem como objetivo avaliar os efeitos da manipulação da rede de citocinas sobre o prejuízo de memória resultante da privação de sono. No projeto, serão utilizados camundongos selvagens C57BL/6J, e knockout (KO) para as citocinas IL-12 (IL-12KO) ou IL-10 (IL-10KO), de 3 meses de idade. Os animais serão privados de sono pelo método gentle handling durante 6 horas, após a aquisição da tarefa de memória. Para a avaliação da memória será utilizada a tarefa de reconhecimento de objetos (RO). O padrão de sono será estabelecido através do registro eletrocorticográfico e eletromiográfico. Também será realizada a quantificação de citocinas no soro e baço, e a análise da expressão gênica hipocampal, através da utilização das técnicas de ELISA e PCR real-time quantitativo, respectivamente. Este projeto visa, primeiramente, verificar se as manipulações na rede de citocinas influenciam os efeitos da privação de sono sobre a memória. Em um segundo momento, o projeto propõe verificar se estas manipulações na rede de citocinas modificam o padrão de sono, e inferir se tal alteração é responsável pelo prejuízo de memória de animais privados de sono. Por fim, o projeto pretende verificar se a privação de sono altera o padrão de expressão hipocampal e produção periférica de citocinas.