Busca avançada
Ano de início
Entree

Cenário regional das oscilações climáticas quaternárias: baixos terraços fluviais no contexto da Depressão Periférica e do Planalto Ocidental Paulista

Processo: 11/10285-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de março de 2015
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Geociências - Geografia Física
Pesquisador responsável:Archimedes Perez Filho
Beneficiário:Daniel Luis Storani
Instituição-sede: Instituto de Geociências (IG). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Solos   Geomorfologia

Resumo

O relevo do Estado de São Paulo é dividido em províncias geomorfológicas analisadas a partir de sua estrutura, formação e base litológica. A Depressão Periférica e o Planalto Ocidental Paulista correspondem a duas dessas províncias, sendo a maior porcentagem de área do estado. O estudo proposto pretende identificar e interpretar níveis de baixos terraços fluviais Quaternários utilizando a técnica LOE (Luminescência Opticamente Estimulada) em diferentes solos localizados nos terraços de rios nas citadas províncias geomorfológicas. Os resultados obtidos permitirão traçar relações entre a gênese de tais formas, e possíveis condições ambientais pretéritas, provavelmente em períodos de semi-aridez e o posterior entalhamento do canal fluvial em condições quentes e úmidas.Os resultados obtidos por meio das datações permitirão construir um cenário regionalizado de oscilações climáticas, fundamentalmente do Quaternário (Pleistoceno e Holoceno). Também será levada em consideração a influência de atividades neotectônicas na elaboração de tais formas de relevo, possibilitando analisar correspondências regionais entre as idades e os níveis de terraços fluviais de uma mesma província geomorfológica.Assim tal estudo propõe retomar discussões que se tornaram pouco difundidas atualmente e que, por meio da utilização de avançadas técnicas de análise e datação absoluta do material superficial (80 / 100 cm de profundidade) disponíveis, podem contribuir para com as discussões sobre a gênese de formas de relevo, de solos e sua correspondência com oscilações climáticas ocorridas em período recente da escala de tempo da natureza.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
STORANI, Daniel Luis. . 2015. Tese de Doutorado - Universidade Estadual de Campinas. Instituto de Geociências.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.