Busca avançada
Ano de início
Entree

Tropomiosina na alergia a camarão: modelo em imunoterapia sublingual

Processo: 11/10852-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 30 de abril de 2015
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina - Clínica Médica
Pesquisador responsável:Luisa Karla de Paula Arruda
Beneficiário:Thalita Freitas Martins
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto (FMRP). Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Anafilaxia   Camarão   Imunoterapia   Tropomiosina

Resumo

Crustáceos, incluindo camarão, são frequente causa de alergia alimentar. Pacientes com reações alérgicas a camarão apresentam níveis elevados de anticorpos IgE para tropomiosina, que correspondem a até 80% da IgE contra camarão, entretanto, outras proteínas do camarão também podem ter papel na alergenicidade. Estudos sugerem que a tropomiosina esteja envolvida na reatividade cruzada IgE entre camarão e outros crustáceos, e moluscos, como também em baratas, ácaros e parasitas. Essa reatividade cruzada IgE é provavelmente devido à alta homologia entre as tropomiosinas destes diferentes organismos. No presente estudo, tropomiosina natural (Lit v 1) será extraída de camarões frescos da espécie Litopenaeus vannamei (popularmente camarão cinza ou camarão branco do Pacífico) e em seguida purificada por cromatografia de afinidade utilizando o anticorpo monoclonal 1A6, anti-tropomiosina. A partir da seqüência do cDNA que codifica para tropomiosina de L. vannamei, expressaremos a proteína recombinante no sistema Pichia pastoris. Avaliaremos a atividade biológica das tropomiosinas natural (nLit v 1) e recombinante (rLit v 1) em pacientes alérgicos a camarão. Além disso, modelo experimental de anafilaxia a camarão será desenvolvido. Camundongos C3H/HeJ serão sensibilizados com Lit v 1, e a segurança e eficácia de tratamento com imunoterapia sublingual usando Lit v 1 serão investigadas. Esperamos com este trabalho avaliar se tropomiosina de camarão L.vannamei (natural e/ou recombinante) pode ser útil no diagnóstico e no tratamento, particularmente na imunoterapia alérgeno-específica, de pacientes alérgicos a crustáceos.