Busca avançada
Ano de início
Entree

"efeitos do 2-AG, através da inibição da monoacilglicerol lipase, em um modelo murino de inflamação pulmonar aguda induzida por LPS"

Processo: 11/10181-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Patologia Animal
Pesquisador responsável:João Palermo Neto
Beneficiário:Carolina Costola de Souza Pavani
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/51886-3 - Neuroimunomodulação: fármacos, estresse e citocinas nas relações entre os sistemas nervoso, endócrino e imune, AP.TEM
Assunto(s):Neuroimunomodulação   Lipopolissacarídeos

Resumo

A neuroimunomodulação atualmente é definida como a área que estuda as inter-relações existentes entre o Sistema Nervoso Central (SNC) e o Sistema Imune (SI). A distribuição ubíqua de receptores e seus ligantes são de vital importância para o estabelecimento da comunicação bidirecional entre estes grandes sistemas. Desta forma, o Sistema Endocanabinóide (SE) parece se encaixar perfeitamente no contexto das bases moleculares da interação imune-neuro-endocrina. Esse sistema é conhecido por regular uma série de funções fisiológicas tais como o movimento, a memória e o aprendizado, a cognição, o apetite, a emese, a temperatura corporal, a dor, o comportamento e a secreção neuroendócrina; além disso, já foi descrita a presença de ligantes e receptores canabinóides em leucócitos e tecidos linfóides.Vem sendo demonstrado que os (endo)canabinóides são capazes de modular o sistema imune. Os receptores mais bem caracterizados do SE são os receptores CB1 e CB2. Os receptores CB1 encontram-se amplamente distribuídos no SNC enquanto que os receptores CB2, em sua maioria, encontram-se nas células do SI. O primeiro endocanabinóide identificado foi a anandamida (AEA) e o segundo foi o 2-araquidonilglicerol (2-AG). A AEA é hidrolisada pela fatty acid amide hydrolise (FAAH) e a 2-AG é predominantemente hidrolisada pela monoacilglicerol lipase (MAGL). Para elucidação do papel dos endocanabinoides como o 2-AG e a AEA nos sistemas biológicos, estão sendo desenvolvidos alguns inibidores da MAGL e da FAAH. Entre estes encontra-se o JZL184 (4-nitrophenyl-4-(dibenzo[d][1,3]dioxol-5-yl(hydroxy)methyl) piperidine-1-carboxylate), que inibe a atividade da MAGL. Pesquisas relataram que o JZL184 aumenta os níveis de 2-AG sem alterar os níveis da anandamida in vitro e in vivo. Dentre as funções da 2-AG, através do uso do JZL184, foram a redução da inflamação em modelo de colite. Um tratamento profilático com JZL184 apresenta efeito anti-inflamatório e anti-nociceptivo. Apesar de alguns estudos já realizados, o papel do 2-AG em modelos de inflamação ainda carece de aprofundamento. O objetivo deste estudo é avaliar os efeitos da 2-AG, utilizando-se o JZL184, sobre parâmetros inflamatórios, neuroendócrinos e comportamentais, em camundongos submetidos à inflamação pulmonar aguda induzido pela administração intranasal de LPS.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
COSTOLA-DE-SOUZA, CAROLINA; RIBEIRO, ALISON; FERRAZ-DE-PAULA, VIVIANE; CALEFI, ATILIO SERSUN; ARRAIS ALOIA, THIAGO PINHEIRO; GIMENES-JUNIOR, JOAO ANTONIO; DE ALMEIDA, VINICIUS IZIDIO; PINHEIRO, MILENA LOBAO; PALERMO-NETO, JOAO. Monoacylglycerol Lipase (MAGL) Inhibition Attenuates Acute Lung Injury in Mice. PLoS One, v. 8, n. 10 OCT 25 2013. Citações Web of Science: 28.
Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
PAVANI, Carolina Costola de Souza. Efeitos do 2-AG, através da inibição da monoacilglicerol lipase, em um modelo murino de inflamação pulmonar aguda induzida por LPS. 2014. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.