Busca avançada
Ano de início
Entree

Implantação da técnica de "Neutralização do Virus por Anticorpo Fluorescente" e comparação com outros dois métodos de avaliação de anticorpos neutralizantes do vírus da raiva

Processo: 11/12712-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Imunologia - Imunologia Aplicada
Pesquisador responsável:Luciana Botelho Chaves
Beneficiário:Juliana da Silva Ferreira
Instituição-sede: Instituto Pasteur (IP). Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD). Secretaria da Saúde (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Sorologia   Anticorpos neutralizantes   Vírus da raiva

Resumo

Os testes de neutralização de vírus são os mais usados para a dosagem de anticorpos neutralizantes (AcN). Atualmente dois ensaios de neutralização do vírus da raiva são reconhecidos pela Organização Mundial de Saúde (OMS) e pelo Manual de diagnósticos e testes de vacinas para animais terrestres do World Organisation for Animal Health, para quantificar AcN, o Rapid Fluorescent Inhibition Test (RFFIT) e o Fluorescent Antibody Virus Neutralization Test (FAVN). Em 1992, os pesquisadores do laboratório de sorologia do Instituto Pasteur de São Paulo, baseados no RFFIT e Fluorescent Inhibition Microtest (FIMT) desenvolveram o microteste simplificado de inibição de fluorescência - Simplified Fluorescence Inhibition Microtest (SFIMT), para a avaliação sorológica em amostras de soro humano de indivíduos vacinados. O objetivo desse projeto é a implantação da técnica de FAVN e a comparação com os métodos utilizados no laboratório de sorologia do Instituto Pasteur para avaliação de AcN do vírus da raiva. Duzentas amostras de soro de cães e gatos serão analisadas pelos três métodos, com diferentes faixas de título de AcN, previamente titulados pelo método RFFIT. Para a análise qualitativa dos resultados serão comparadas as amostras com titulação < 0,5 UI/ml, indicativo de resposta negativa a vacinação e e 0,5 UI/ml resposta positiva, e a análise quantitativa dos resultados será realizada pelo método de concordância Kappa.