Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação de novas variedades de copa e porta-enxertos para citros

Processo: 11/13122-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 30 de setembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Fitotecnia
Pesquisador responsável:Mariângela Cristofani-Yaly
Beneficiário:Evandro Henrique Schinor
Instituição-sede: Instituto Agronômico (IAC). Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA). Secretaria de Agricultura e Abastecimento (São Paulo - Estado). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Fruticultura   Manejo   Híbridos   Resistência à doença

Resumo

Embora a citricultura brasileira seja uma das principais atividades agroindustriais do país, está baseada em um baixo número de variedades, tendo esse fato contribuído para a vulnerabilidade da cultura frente aos problemas fitossanitários. A ampliação do número de variedades/genótipos com potencial para utilização em plantios comerciais, quer seja para a indústria ou para o mercado de frutas para consumo in natura, tem sido um dos principais objetivos dos programas de melhoramento genético de citros.O melhoramento genético de citros tem se destacado nas últimas décadas, graças à possibilidade de utilização e incorporação de ferramentas de biotecnologia aos programas tradicionais de melhoramento. Nesse aspecto, a utilização de marcadores moleculares para a seleção precoce de plantas de origem sexual, oriundas de cruzamentos dirigidos, possibilitou a seleção de um número elevado de novas combinações e, consequentemente, o estabelecimento de um maior número de populações híbridas em campo. O Centro APTA Citros Sylvio Moreira/IAC vem realizando desde 1997, um amplo programa de melhoramento genético de citros via cruzamentos dirigidos. Populações de híbridos obtidas de hibridações entre diversas variedades de citros, selecionadas por marcadores moleculares, foram recentemente estabelecidas em várias regiões do Estado de São Paulo, constituindo-se em uma rede experimental de novos genótipos. O presente projeto propõe dar continuidade aos trabalhos desenvolvidos pelos pesquisadores do grupo de melhoramento dos citros do Centro APTA Citros Sylvio Moreira/IAC, na avaliação de acessos do Banco Ativo de Germoplasma (BAG) e de híbridos inter e intra-específicos em experimentos de campo. Frente ao exposto acima, o projeto possui como objetivo principal, a avaliação de variedades e híbridos de copa e porta-enxertos de citros para resistência a doenças, caracterização físico-química de frutos em diferentes condições edafoclimáticas e de manejo, em ensaios de competição com variedades comerciais, visando à avaliação final para lançamento de novas variedades.