Busca avançada
Ano de início
Entree

"críticos, amadores e público: eventos expositivos e a renovação da pintura no Brasil da década de 1880"

Processo: 11/10206-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2014
Área do conhecimento:Linguística, Letras e Artes - Artes - Fundamentos e Crítica das Artes
Pesquisador responsável:Luciano Migliaccio
Beneficiário:Maria Antonia Couto da Silva
Instituição-sede: Instituto de Filosofia e Ciências Humanas (IFCH). Universidade Estadual de Campinas (UNICAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):História da arte

Resumo

Na década de 1880 ocorreu uma renovação na pintura no Brasil, destacada pela crítica de arte da época. Alguns críticos que perceberam essas mudanças foram Félix Ferreira, na publicação Belas Artes, de 1885, e Gonzaga Duque em A Arte Brasileira, de 1888. Em nossa pesquisa inicial constatamos também grande participação de jornalistas e estudiosos de arte na grande imprensa, que analisaram as principais exposições ocorridas no Rio de Janeiro.A proposta principal do projeto aqui apresentado é a análise dos principais eventos expositivos da década de 1880, por meio dos textos publicados na imprensa do período. Serão estudadas mostras coletivas consideradas fundamentais pela historiografia: a Exposição organizada pela Sociedade Propagadora de Belas Artes no Liceu de Artes e Ofícios, em 1882 (a primeira grande exposição do Liceu segundo o modelo da Academia), e a 26ª Exposição Geral de Belas Artes, organizada pela Academia Imperial de Belas Artes em 1884. Além dessas exposições coletivas, serão abordadas diversas individuais ocorridas nos anos 1880, de artistas relevantes, que atuaram tanto em relação à pintura de paisagem como de gênero. Nosso projeto prevê o levantamento e análise dos artigos publicados na imprensa acerca dessas mostras coletivas e individuais, de ampla repercussão na época, bem como a análise de algumas obras selecionadas. O tema permitirá contribuir para o conhecimento sobre a recepção da pintura no Brasil do período, sobre os eventos expositivos da época e ainda sobre os debates no campo artístico divulgados na imprensa contemporânea.