Busca avançada
Ano de início
Entree

Estudos estruturais com a importina-alfa de mamíferos e sequências de localização nuclear (NLS) de proteínas envolvidas no reparo de DNA

Processo: 11/09905-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de julho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Biofísica - Biofísica Molecular
Pesquisador responsável:Marcos Roberto de Mattos Fontes
Beneficiário:Andréa Coelho de Barros
Instituição-sede: Instituto de Biociências (IBB). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Cristalografia de proteínas   Cristalografia

Resumo

A estabilidade e integridade do material genético são fundamentais para manutenção e continuação da vida. O genoma humano é composto por três bilhões de pares de bases, os quais codificam entre 30.000 - 40.000 genes, e é constantemente atacado por metabólitos reativos endógenos, drogas terapêuticas e uma infinidade de agentes mutagênicos ambientais que afetam sua integridade. Assim, é evidente que a estabilidade do genoma deve estar sob vigilância contínua. Isso é conseguido através de mecanismos de reparo de DNA, que desenvolveu-se para remover ou tolerar lesões e erros no DNA. Caso não sejam corrigidas, essas alterações podem levar a mutações, deletérias ou não, e até mesmo à morte celular. Os mecanismos de reparo de DNA desenvolvidos pelos organismos capazes de corrigir modificações efetuadas no DNA e, com isso, manter uma maior estabilidade do material genético são: i) reparo por excisão de bases (BER), ii) excisão de nucleotídeos (NER), iii) mal-pareamento de bases (MMR) e iv) reparo de DNA por junção de terminais não homólogos (NHEJ). Para o que esses mecanismos funcionem de maneira adequada, é evidente a importância da interação entre proteínas responsáveis pela função de reparo, bem como é essencial a regulação da importação nuclear para localização correta das proteínas responsáveis pelos mecanismos mencionados. Dentre os mecanismos responsáveis pela regulação da importação nuclear, a via clássica constituída pelo heterodímero Importina-±/² é um dos principais mecanismos de deslocamento. Algumas proteínas de reparo parecem interagir somente com algumas isoformas da Importina-± (Impa), indicando uma regulação adicional do processo de reparo, porém pouco se sabe a respeito do reconhecimento das seqüências de localização nuclear (NLS) dessas proteínas. O projeto proposto aqui trata especificamente do estudo do complexo estrutural de complexos de importina a com peptídeos NLSs de proteínas relacionadas ao reparo de DNA utilizando técnicas de cristalografia e outras técnicas biofísicas e bioquímicas. A aluna selecionada para atuar neste projeto tem graduação na área de farmacologia e está concluindo mestrado na área sob orientação do Prof. Fontes tendo mostrando aptidão para a atuação na área de pesquisa, trabalhando com destreza, profissionalismo e eficiência. Esse projeto está associado com diversas colaborações e projetos vigentes no Laboratório, dentre os quais o Projeto Temático apoiado pela FAPESP (Proc. 2008/57566-8) tendo como responsável a Profa. Maria Célia Bertolini (UNESP/Araraquara), o projeto SMOLBNet2,0 (proc. 2010/51889-0) no qual o Prof. Fontes é responsável que trata especificamente de Impa de Neurospora crassa; o projeto de auxílio à pesquisa Proc. 09/14118-8, tendo como responsável o Prof. Fontes, de análise estrutural de complexos de importina de mamíferos. O laboratório também mantém colaboração com a Profa. Maria Izabel Cano (UNESP/Botucatu) que pesquisa proteínas relacionada a reparo nuclear e a cooperação existente com o Prof. Bostjan Kobe - Universidade de Queensland - Austrália desde 1999, com a publicação de importantes artigos na área de Biologia Estrutural. (AU)

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
BARROS, Andréa Coelho de. Estudos estruturais com a importina-σ de mamíferos e peptídeos de sequências de localização nuclear (NLS) de proteínas envolvidas no reparo de DNA. 2015. Tese de Doutorado - Universidade Estadual Paulista "Júlio de Mesquita Filho" Instituto de Biociências (Campus de Botucatu)..

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.
Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.