Busca avançada
Ano de início
Entree

Emissões DE N2O na produção de cana de açúcar na região centro-sul do Brasil: bases científicas para estimar o "carbon footprint" na produção de biocombustíveis

Processo: 10/20065-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Pós-Doutorado
Vigência (Início): 01 de janeiro de 2012
Vigência (Término): 31 de dezembro de 2014
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Agronomia - Ciência do Solo
Pesquisador responsável:Carlos Clemente Cerri
Beneficiário:Marcos Siqueira Neto
Instituição-sede: Centro de Energia Nuclear na Agricultura (CENA). Universidade de São Paulo (USP). Piracicaba , SP, Brasil
Assunto(s):Gases do efeito estufa   Biocombustíveis   Emissão de gases   Fertilizantes nitrogenados   Mudança climática   Cana-de-açúcar

Resumo

A atividade sucroalcooleira no Brasil está em acelerada expansão, devido ao aumento na demanda mundial de etanol combustível. O objetivo desta proposta é estimar as emissões de N2O na cultura da cana-de-açúcar para a produção de etanol utilizando o nível de detalhamento exigido no Tier 2 conforme descrito pelo IPCC (2006). Para isto, serão conduzidos experimentos em campo para a determinação das emissões de N2O nos diferentes ciclos- plantio e socas, no manejo da cana-de-açúcar. O Experimento 1 consistirá em uma área de reforma na qual as medidas das emissões de N2O terão inicio durante o preparo do solo para o plantio e condução da rebrota até o período da colheita. Para as emissões devido à aplicação de fertilizantes nitrogenados no solo, o Experimento 2 será conduzido no esquema fatorial (2x2x2): dois sistemas de cobertura do solo (com e sem palhada); dois sistemas de manejo (com e sem aplicação de vinhaça) e duas fontes de nitrogênio (uréia incorporada e nitrato de amônia superficial), e mais um tratamento testemunha para cada cobertura do solo e sistema de manejo. O Experimento 3 consistirá da aplicação de técnicas isotópicas com enriquecimento do fertilizante em 15N de modo a distinguir as emissões de N2O provenientes do fertilizante das outras fontes (decomposição de resíduos, mineralização da matéria orgânica do solo, etc.) e, desta forma, aprimorar o fator de emissão gerado nos Experimentos 1 e 2. O Experimento 4 irá avaliar a variabilidade espacial da emissão de N2O com o uso de geoestatística para compreensão dos padrões de distribuição do N2O no solo. Uma vez geradas as informações em campo estas serão integradas para a parametrização e calibração do modelo TEM (Terrestrial Ecosystem Model) que irá predizer emissões de N2O com diferentes cenários de manejo na cultura da cana-de-açúcar. Com esta pesquisa pretende-se produzir informações científicas de modo a auxiliar na estimativa da emissões de gases causadores de efeito estufa na produção de etanol de uso como biocombustível, e poderão servir como base na elaboração de inventários de emissão de GEE com diferentes níveis de complexidade (Corporativo, Regional ou mesmo Nacional) para o cultivo da cana-de-açúcar com finalidade de produzir etanol. (AU)

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
FRACETTO, FELIPE J. C.; FRACETTO, GISELLE G. M.; BERTINI, SIMONE C. B.; CERRI, CARLOS C.; FEIGL, BRIGITTE J.; SIQUEIRA NETO, MARCOS. Effect of agricultural management on N2O emissions in the Brazilian sugarcane yield. SOIL BIOLOGY & BIOCHEMISTRY, v. 109, p. 205-213, JUN 2017. Citações Web of Science: 11.
SIQUEIRA NETO, MARCOS; GALDOS, MARCELO V. .; FEIGL, BRIGITTE J. .; CERRI, CARLOS E. P.; CERRI, CARLOS C. Direct N2O emission factors for synthetic N-fertilizer and organic residues applied on sugarcane for bioethanol production in Central-Southern Brazil. Global Change Biology Bioenergy, v. 8, n. 2, p. 269-280, MAR 2016. Citações Web of Science: 23.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.