Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação higiênico-sanitária de refrigeradores domésticos de "repúblicas" de estudantes da UNESP, Campus de Botucatu

Processo: 11/11980-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Inspeção de Produtos de Origem Animal
Pesquisador responsável:Jose Paes de Almeida Nogueira Pinto
Beneficiário:Aline Nitsche
Instituição-sede: Faculdade de Medicina Veterinária e Zootecnia (FMVZ). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de Botucatu. Botucatu , SP, Brasil
Assunto(s):Higiene de alimentos   Refrigeradores   Listeria monocytogenes   Salmonella   Staphylococcus aureus   Estudantes universitários

Resumo

As Enfermidades Transmitidas por Alimentos (ETA) constituem um sério problema de saúde pública, sendo que parte dos surtos e casos pode ter origem em erros cometidos pelos próprios consumidores durante a conservação e elaboração dos alimentos, nos próprios domicílios. O papel dos refrigeradores, isto é, sua temperatura interna, a condição higiênico-sanitária de suas superfícies de contato com os alimentos e a freqüência de sua higienização podem ser fatores importantes na contaminação e multiplicação de microrganismos deteriorantes e patogênicos, concorrendo para o aparecimento das ETA. Embora a literatura contemple vários estudos sobre o tema, não há registros de trabalhos deste tipo realizados em nosso país. Assim o presente projeto tem como objetivo avaliar as condições higiênico-sanitárias de refrigeradores de uma faixa específica da população, isto é, os estudantes universitários que residem nas chamas "repúblicas". Tais dados poderão fornecer subsídios importantes para futuras ações educativas desta faixa da população que no futuro dará origem às novas famílias, levando assim à disseminação de conceitos de inocuidade dos alimentos. Serão avaliadas ao longo do estudo 60 "repúblicas", sendo 30 de estudantes do sexo masculino e 30 do sexo feminino. Além das temperaturas mínima e máxima dos refrigeradores e do ambiente em que estes se encontram, também serão realizadas as seguintes análises das superfícies internas do eletrodoméstico: contagem de microrganismos psicrotróficos, contagem de coliformes a 35ºC e Escherichia coli, contagem de Staphylococcus coagulase positiva, pesquisa de Salmonella sp. e Listeria monocytogenes. Finalmente será apresentado aos estudantes um questionário, a ser respondido individualmente, contendo uma série de questões relativas à refrigeração dos alimentos, dados sobre o refrigerador, higienização do mesmo e frequência de sua realização. Tais respostas permitirão avaliar o nível de conhecimento dos participantes sobre o tema. (AU)