Busca avançada
Ano de início
Entree

Análise da ação da proteína Anexina A1 no processo de angiogênese in vitro induzida pelo fator de crescimento do endotélio vascular (VEGF)

Processo: 11/10779-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 28 de fevereiro de 2013
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Morfologia - Histologia
Pesquisador responsável:Sonia Maria Oliani
Beneficiário:Jéssica Zani Lacerda
Instituição-sede: Instituto de Biociências, Letras e Ciências Exatas (IBILCE). Universidade Estadual Paulista (UNESP). Campus de São José do Rio Preto. São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fatores de crescimento do endotélio vascular   Inflamação   Angiogênese

Resumo

A Organização Mundial da Saúde afirma que o câncer é uma das principais causas de mortalidade no mundo, sendo responsável por 7,9 milhões de mortes (cerca de 13% de todas as mortes) em 2007. Sabe-se que tanto para o inicio e crescimento da massa tumoral primária, como para a formação das metástases, é necessário o crescimento de novos vasos sangüíneos no microambiente tumoral. O fator de crescimento do endotélio vascular (VEGF) é um regulador chave na angiogênese, sendo um fator de sobrevivência para células endoteliais, estimulando a origem de artérias, veias e vasos linfáticos. Recentes estudos têm mostrado que a AnxA1 está envolvida na regulação da inflamação, apoptose, crescimento celular e diferenciação e, sua desregulação está envolvida no processo oncogênico e angiogênico. Em função da importância no entendimento da ação da ANXA1 no desenvolvimento tumoral, o objetivo geral desse trabalho será investigar o papel da ANXA1 sobre o processo de angiogênese in vitro induzido pelo fator de crescimento VEGF. As células endoteliais da linhagem de veias umbilicais humanas (HUVEC; ATCC CRL-2873") serão incubadas em placas de cultura na presença de PBS, VEGF-A e/ou Ac2-26. Nessas condições, serão avaliadas por meio da microscopia de luz: a proliferação celular, aderência celular e formação de tubos; por meio da citometria de fluxo: a expressão da molécula de adesão de células endoteliais e plaquetas-1 (PECAM-1) e da molécula de adesão celular vascular-1 (VCAM-1). Assim, sabendo-se que a angiogênese é um processo fundamental em muitas doenças, têm-se buscado terapias efetivas contra esse processo altamente dinâmico e complexo. Embora as investigações identifiquem a ANXA1 como um candidato promissor na regulação do desenvolvimento do tumor, o papel exato na fisiologia celular não está totalmente esclarecido, e poderá revelar importantes funções na biologia tumoral e no processo de angiogênese.