Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da atividade antimicrobiana de nisina incorporada em membranas de celulose bacteriana

Processo: 11/10626-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Farmácia
Pesquisador responsável:Angela Faustino Jozala
Beneficiário:Marcelo Akutagawa
Instituição-sede: Faculdade de Ciências Farmacêuticas (FCF). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Nisina   Celulose bacteriana   Testes de sensibilidade microbiana   Microbiologia aplicada

Resumo

A nisina é um peptídeo antimicrobiano, de 3,4 kDa, produzido pelo microrganismo Lactococcus lactis ATCC 11454. Esta bacteriocina apresenta capacidade de inibir a germinação de esporos e o desenvolvimento de bactérias Gram-positivas, assim como de bactérias Gram-negativas na presença de agentes quelantes. Inúmeras aplicações da nisina vêm sendo desenvolvidas, incluindo sua aplicação em contraceptivos e doenças relacionadas ao sistema digestório. Estudos mostram que a nisina é um peptídeo polivalente. A celulose bacteriana tem sido amplamente utilizada como curativo em úlceras epiteliais, feridas e queimaduras, em substituição da gaze hospitalar, por ser considerada um material ideal e de alta qualidade para estes fins. Deste modo, é importante avaliar a ação antimicrobiana desta biomolécula incorporada às membranas de celulose, prevendo e possibilitando maior aplicação em diversas áreas. Sendo assim, o presente projeto tem por objetivos avaliar a eficácia da nisina comercial incorporada nas membranas de celulose bacteriana frente aos microrganismos: Escherichia coli ATCC 25922, Staphylococus aureus ATCC 10390, Lactobacillus sakei ATCC 15521 e Pseudomonas aeuroginosa ATCC 9127. Além disso, também será iniciada a avaliação da eficiência de liberação da nisina incorporada nas membranas de celulose.

Mapa da distribuição dos acessos desta página
Para ver o sumário de acessos desta página, clique aqui.