Busca avançada
Ano de início
Entree

Co-produção de biomassa e biossurfactantes de Bacillus subtilis reciclando alimentos, resíduos de biomassa microbiana e da síntese de biodiesel

Processo: 11/13174-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Exatas e da Terra - Química
Pesquisador responsável:Augusto Etchegaray Junior
Beneficiário:Ramon Henrick Zorzeto dos Santos
Instituição-sede: Faculdade de Química. Pontifícia Universidade Católica de Campinas (PUC-CAMP). Campinas , SP, Brasil
Assunto(s):Bacillus subtilis   Biossurfactantes   Produtos naturais   Lipopeptídeos   Biodiesel

Resumo

Surfactantes são substâncias importantes para as indústrias química, farmacêutica e de alimentos. Embora a maioria dos surfactantes seja produzida a partir de derivados de petróleo, uma alternativa sustentável consiste na produção a partir de óleos vegetais ou a partir do crescimento de microrganismos (biossurfactantes). Ainda que a produção de biossurfactantes em larga escala não seja economicamente viável, é possível promover o crescimento microbiano e a produção de biossurfactantes utilisando meios de cultura contendo substratos mais baratos, como resíduos da agricultura ou da indústria de alimentos. Além disso, a produção é efetivamente mais barata a medida em que mais de um insumo biotecnológico possa ser extraido a partir de um único processo. Considerando-se que os biossurfactantes produzidos por Bacillus subtilis são excretados para o meio de cultura, restam nas células grande quantidade de biomassa que contêm lipídeos e proteinas, matéria prima que pode ser reciclada para compor um novo meio de cultura ou para outras aplicações. Por exemplo, considerando-se os lipídeos também presentes na biomassa, outra importante aplicação seria a síntese de biodiesel, uma alternativa que está sendo utilizada principalmente a partir da biomassa de microalgas. Assim sendo, levando-se em consideração a importância de biossurfactantes para processos químicos e para biorremediação; a importância da biomassa microbiana como fonte de bio-óleo e de diversos bio-produtos; o potencial destes resíduos para a síntese de biodiesel e de novos surfactantes, utilizando-se aminoácidos e ácidos graxos presentes na biomassa; a potencialidade de reciclar sub-produtos da síntese de biodiesel, da produção de alimentos e do crescimento de microrganismos; apresenta-se este plano de trabalho com o objetivo de determinar as melhores condições de crescimento de B. subtilis de forma sustentável, visando a produção de biomassa e síntese de biossurfactantes.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
ETCHEGARAY, AUGUSTO; COUTTE, FRANCOIS; CHATAIGNE, GABRIELLE; BECHET, MAX; DOS SANTOS, RAMON H. Z.; LECLERE, VALERIE; JACQUES, PHILIPPE. Production of Bacillus amyloliquefaciens OG and its metabolites in renewable media: valorisation for biodiesel production and p-xylene decontamination. Canadian Journal of Microbiology, v. 63, n. 1, p. 46-60, JAN 2017. Citações Web of Science: 4.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.