Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação da qualidade de vida em crianças usuárias de implante coclear.

Processo: 11/12519-5
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Fonoaudiologia
Pesquisador responsável:Ana Claudia Martinho de Carvalho
Beneficiário:Renata Paula de Almeida Gasparini
Instituição-sede: Faculdade de Medicina (FM). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Crianças   Implante da cóclea   Perda auditiva   Audição   Audiologia   Qualidade de vida   Deficiência auditiva

Resumo

Introdução: Considerando o impacto da deficiência auditiva no desenvolvimento global de crianças, é de fundamental importância que ao longo do acompanhamento fonoaudiológico sejam avaliadas as modificações na qualidade de vida decorrentes da utilização da estimulação elétrica via Implante Coclear.Objetivo: Avaliar a qualidade de vida após o uso do Implante Coclear de crianças usuárias deste dispositivo eletrônico e suas respectivas famílias.Material e método: estudo clínico do tipo transversal em um grupo de 12 crianças usuárias de implante coclear de ambos os gêneros com idade variando entre dois e dez anos. Entre os procedimentos utilizados ao longo da pesquisa destacam-se: aplicação da versão traduzida e adaptada para o Português Brasileiro do questionário "Crianças com Implante Coclear: Perspectivas dos Pais" - Children with Cochlear Implants: Parent's Perspectives - (CCIPP); caracterização sócio-demográfica dos pais ou responsáveis pelos sujeitos de pesquisa, contendo informações referentes à: idade, escolaridade e renda familiar e levantamento de dados de prontuário referente à categoria de audição dos sujeitos de pesquisa no momento da aplicação do questionário.Principais contribuições científicas: verificar os benefícios do IC considerando não somente o desenvolvimento das habilidades auditivas e de linguagem, mas também a evolução obtida nas relações cotidianas de comunicação, sociais e outros itens que integram a qualidade de vida dos sujeitos avaliados.