Busca avançada
Ano de início
Entree

Influência da fase do ciclo estral sobre a secreção de prolactina induzida por estresse agudo em ratas nulíparas e primíparas

Processo: 10/17886-3
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências Agrárias - Medicina Veterinária - Reprodução Animal
Pesquisador responsável:Erica Engelberg Teixeira da Silva Hucke
Beneficiário:Flavia Martins da Silva
Instituição-sede: Pró-Reitoria de Pesquisa e Extensão. Centro Universitário da Fundação de Ensino Octávio Bastos (UNIFEOB). Fundação de Ensino Octávio Bastos (FEOB). São João da Boa Vista , SP, Brasil
Assunto(s):Ciclo estral animal   Estresse em animal   Prolactina   Neuroendocrinologia

Resumo

A prolactina é o hormônio classicamente relacionado ao desenvolvimento das glândulas mamárias durante a gestação e pela produção de leite no pós-parto. A liberação desse hormônio adenohipofisario pode sofrer interferência do estresse, resultando assim no aumento de sua produção. Fatores fisiológicos como a experiência reprodutiva, soma de gestação, parto e lactação, e a fase do ciclo estral também tem ação sobre a secreção de prolactina, reduzindo sua concentração sérica. Em estudos anteriores, observamos que a experiência reprodutiva é capaz de modular a liberação de prolactina em resposta ao estresse agudo e que esse fato está relacionado ao tipo de estresse aplicado em ratas. Nesse contexto, o objetivo desse trabalho é estudar a influencia do ciclo estral sobre as concentrações de prolactina séricas durante a primeira hora de indução do estresse por ceontenção em ratas primíparas e nulíparas. (AU)