Busca avançada
Ano de início
Entree

Participação dos glicocorticóides na regulação circadiana do metabolismo energético hepático

Processo: 11/12329-1
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 30 de setembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Fisiologia - Fisiologia de Órgãos e Sistemas
Pesquisador responsável:Silvana Auxiliadora Bordin da Silva
Beneficiário:Sandra Campos Rodrigues
Instituição-sede: Instituto de Ciências Biomédicas (ICB). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Fígado   Fisiologia endócrina   Glucocorticoides   Melatonina   Metabolismo energético

Resumo

Os ritmos biológicos circadianos fazem parte da estratégia adaptativa que garante a relação temporal entre os seres vivos e seu meio ambiente. Nos animais, o balanço energético e a regulação do metabolismo estão relacionados à sinalização da ritmicidade dos ciclos de claro-escuro e sazonais. Nesse aspecto, figura, sob o ponto de vista endócrino, as ações da melatonina e dos glicocorticóides no fígado, órgão central da regulação do metabolismo energético sistêmico. A regulação circadiana do metabolismo energético é hoje um dos temas de maior destaque da investigação em fisiologia endócrina. Nesse projeto propomos a investigação da participação dos glicocorticóides no ajuste metabólico energético hepático mediado pela secreção rítmica de melatonina, posto que muitas das alterações observadas até o momento em animais pinealectomizados podem ser devidas a mudanças na secreção e/ou nas ações dos glicocorticóides. Para isso, utilizaremos animais pinealectomizados tratados ou não com o inibidor da síntese de glicocorticoides (metirapona) e células de hepatoma humano HepG2 submetidas a tratamento rítmico com melatonina, na presença ou ausência de dexametasona. Será feita análise funcional da produção hepática de glicose através do teste de tolerância ao piruvato e serão avaliados expressão e conteúdo das proteínas-chave do metabolismo energético hepático, como PEPCK, G-6-Pase, glicoquinase, GLUT2, AKT, FoxO1, dentre outras com potencial envolvimento, como os receptores de melatonina MT1 e MT2, receptor de glicocorticóide e a enzima 11-²-hidroxilase.

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
RODRIGUES, Sandra Campos. Efeitos da pinealectomia e do bloqueio da sinalização do receptor de glicocorticoides sobre as funções metabólicas e inflamatórias hepáticas. 2015. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Instituto de Ciências Biomédicas São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.