Busca avançada
Ano de início
Entree

Diversidade química e potencial biológico de Conchocarpus fontanesianus (a. St.-Hil.) Kallunki & Pirani (Rutaceae)

Processo: 11/12515-0
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 30 de junho de 2015
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Botânica
Pesquisador responsável:Maria Claudia Marx Young
Beneficiário:Rodrigo Sant'Ana Cabral
Instituição-sede: Instituto de Botânica. Secretaria do Meio Ambiente (São Paulo - Estado). São Paulo , SP, Brasil
Bolsa(s) vinculada(s):13/05480-0 - Caracterização química e comparação do perfil metabólico secundário de Conchocarpus fontanesianaus (Rutaceae) em duas regiões de Mata Atlântica no Estado de São Paulo, BE.EP.DR
Assunto(s):Fitoquímica   Bioatividade   Mata Atlântica   Química de produtos naturais

Resumo

O reino vegetal é responsável pela maior parcela da diversidade química registrada na literatura e, desde os primórdios das civilizações, tem contribuído para o fornecimento de substâncias úteis ao tratamento de doenças que acometem os seres humanos. Produtos naturais, na maioria das vezes, possuem estrutura química complexa, com muitos centros quirais, o que determina os mais variados tipos de atividades biológicas. Diferentes substâncias de origem vegetal são utilizadas comercialmente como compostos bioativos (medicamentos, flavorizantes, fragrâncias, pesticidas) desempenhando papel relevante na economia mundial, movimentando aproximadamente U$ 16 bilhões de dólares anuais no mercado europeu e americano. A flora tropical do Brasil pode ser considerada uma das fontes mais ricas em substratos usados na busca de novos modelos moleculares que podem, a partir de estudos de bioprospecção, químicos e farmacológicos, levar à descoberta de novos medicamentos para a cura ou controle de diversas doenças, porém permanece ainda pouco explorada em relação ao seu potencial. A espécie Conchocarpus fontanesianus, conhecida popularmente como pitaguará, pertence à família Rutaceae e subfamília Rutoideae, possui estrutura de arbusto ou arvoreta, podendo atingir de 1 a 3 metros de altura. A espécie é nativa, endêmica e se distribui pelos estados do Rio de Janeiro e São Paulo, sendo encontrada em regiões de Floresta Ombrófila Densa de Encosta, em áreas de Mata Atlântica, mais precisamente em regiões de restinga. Em ensaios preliminares realizados durante o mestrado, foi detectado no extrato bruto de folhas e ramos caulinares de C. fontanesianus, potencial antioxidante e antifúngico. Com base no exposto, o presente projeto tem como objetivo ampliar o conhecimento sobre a composição química de folhas e ramos caulinares de Conchocarpus fontanesianus, coletados em regiões de Mata Atlântica do Estado de São Paulo, bem como avaliar as atividades antioxidante, antifúngica, antitumoral e inibidora da enzima conversora da angiotensina I.

Publicações científicas
(Referências obtidas automaticamente do Web of Science e do SciELO, por meio da informação sobre o financiamento pela FAPESP e o número do processo correspondente, incluída na publicação pelos autores)
CABRAL, RODRIGO S.; SUFFREDINI, IVANA B.; YOUNG, MARIA C. M. Chemical Composition and invitro Biological Activities of Essential Oils from Conchocarpusfontanesianus (A. St.-Hil.) Kallunki & Pirani (Rutaceae). CHEMISTRY & BIODIVERSITY, v. 13, n. 10, p. 1273-1280, OCT 2016. Citações Web of Science: 3.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.