Busca avançada
Ano de início
Entree

Modelo animal de augmentation relacionado aos Distúrbios do Movimento do sono

Processo: 11/12540-4
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 30 de setembro de 2012
Área do conhecimento:Ciências Biológicas - Farmacologia - Farmacologia Geral
Pesquisador responsável:Marco Túlio de Mello
Beneficiário:Welinton Alessandro Oliveira de Almeida
Instituição-sede: Escola Paulista de Medicina (EPM). Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Campus São Paulo. São Paulo , SP, Brasil
Assunto(s):Distúrbios do sono   Modelos animais   Tratamento farmacológico   Medicina

Resumo

A Síndrome das Pernas Inquietas (SPI) é um distúrbio neurológico que é caracterizado pela necessidade de movimento das pernas, associado com parestesia, sensações desconfortáveis e inquietação motora. Durante o tratamento a longo prazo com dopaminérgicos foi observado um fenômeno atípico chamado de Augmentation, o qual foi considerado como conseqüência do tratamento. Objetivo: Identificar um modelo animal da augmentation submetido a um tratamento farmacológico com agonista dopaminérgico Métodos: Serão utilizados 20 ratos machos Wistar (3 meses). Os animais serão distribuídos em grupo tratamento (TTO) - 10 ratos; e grupo controle (CTRL) - 10 ratos. Inicialmente, os animais realizarão uma adaptação ao campo aberto (10 minutos). Após o período de adaptação será iniciado o tratamento, onde os animais receberão a droga ou salina diariamente, sempre no mesmo horário, por 28 dias. Serão realizados testes no campo aberto nos dias 1, 7, 14, 21 e 28 de tratamento. Pramipexol (PPX - 0,1mg/kg) e salina (0,1 mg / kg) serão injetados na cavidade peritoneal 15 minutos antes do início do período em que os animais serão avaliados no campo aberto. O tratamento será realizado sempre no mesmo horário. Será determinada a expressão protéica da Tirosina Hidroxilase (TH) e dos receptores D1 e D2 por western blot.