Busca avançada
Ano de início
Entree

A apropriação e consolidação do culto de Zeus pela cidade grega entre 580 e 345/44 A.C.

Processo: 11/12709-9
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Doutorado
Vigência (Início): 01 de outubro de 2011
Vigência (Término): 01 de dezembro de 2015
Área do conhecimento:Ciências Humanas - Arqueologia - Arqueologia Histórica
Pesquisador responsável:Maria Beatriz Borba Florenzano
Beneficiário:Lilian de Angelo Laky
Instituição-sede: Museu de Arqueologia e Etnologia (MAE). Universidade de São Paulo (USP). São Paulo , SP, Brasil
Vinculado ao auxílio:09/54583-1 - A organização da khóra: a cidade grega diante de sua hinterlândia, AP.TEM
Bolsa(s) vinculada(s):14/03063-6 - A apropriação e consolidação do culto de Zeus pela cidade grega: teoria, metodologia e pesquisa de campo na Grécia, BE.EP.DR
Assunto(s):Santuários   Moedas   Arqueologia clássica

Resumo

O propósito deste estudo é apresentar uma contribuição original sobre o papel desempenhado pelo culto de Zeus na criação e legitimação de regimes políticos vigentes nas pólis gregas e na construção de redes de identidade grega em contexto políade. Queremos oferecer explicações válidas para o porquê e o como o culto de Zeus inseriu-se materialmente no contexto da organização do espaço da pólis, ocorrido entre o final do século VII a.C. e início do século VI a.C., e consolidou-se no mundo grego no século V e IV a.C. Trata-se, pois, de explicar quais fatores políticos e sociais levaram a emergência do culto de Zeus na pólis grega no século VI a.C. assim como quais os fatores que promoveram o uso das primeiras imagens monetárias cunhadas concomitantemente à construção de novos santuários políades da divindade na transição da época arcaica para clássica e no início da clássica (490-479 a.C.). A partir dessa data analisaremos o período que abrange até 345/44 a.C., quando ocorreu o aumento da construção de santuários da divindade e de imagens monetárias de Zeus emitidas no mundo grego. Ainda que apoiando-nos em testemunhos anteriores, a nossa documentação básica será 1) todos os componentes de todos os santuários gregos conhecidos dedicados a Zeus entre 580 e 345/44 a.C. e 2) todas as moedas conhecidas com imagens de Zeus ou de seus atributos, no caso o raio e a águia, cunhadas entre 490 e 345/44 a.C. Moedas e santuários compõem a documentação, pois têm em comum o caráter de oficialidade e de identidade da cidade grega: os dois tipos de documento partem de uma mesma entidade política, a pólis.

Matéria(s) publicada(s) na Agência FAPESP sobre a bolsa:
Estudos apoiados pela FAPESP ganham Prêmio Tese Destaque USP  

Publicações acadêmicas
(Referências obtidas automaticamente das Instituições de Ensino e Pesquisa do Estado de São Paulo)
LAKY, Lilian de Angelo. A apropriação e consolidação do culto de Zeus pela cidade grega: moedas e santuários, política e identidade em época arcaica e clássica. 2016. Tese de Doutorado - Universidade de São Paulo (USP). Museu de Arqueologia e Etnologia São Paulo.

Por favor, reporte erros na lista de publicações científicas escrevendo para: cdi@fapesp.br.