Busca avançada
Ano de início
Entree

Avaliação imunocitoquímica do HIF-1 alfa e VEGF em resposta ao tratamento com melatonina em linhagens de câncer de mama

Processo: 11/13265-7
Linha de fomento:Bolsas no Brasil - Iniciação Científica
Vigência (Início): 01 de setembro de 2011
Vigência (Término): 31 de agosto de 2012
Área do conhecimento:Ciências da Saúde - Medicina
Pesquisador responsável:Debora Aparecida Pires de Campos Zuccari
Beneficiário:Ingrid Helen Grigolo
Instituição-sede: Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (FAMERP). Secretaria de Desenvolvimento Econômico (São Paulo - Estado). São José do Rio Preto , SP, Brasil
Assunto(s):Fatores de crescimento do endotélio vascular   Cultura de células   Neoplasias mamárias   Melatonina

Resumo

As neoplasias mamárias são os tumores mais comuns nas mulheres, sendo que a principal causa de morte das pacientes deve-se ao crescimento tumoral e desenvolvimento de metástase. O crescimento do tumor requer a formação de novos vasos sanguíneos que são estimulados pelo fator de crescimento endotelial vascular (VEGF) expresso sob o controle do fator induzível por hipóxia (HIF-1 alfa). Desta forma, o VEGF, seus receptores e as moléculas envolvidas na angiogênese são os principais alvos de novos agentes terapêuticos. Alguns trabalhos demonstram que a administração de melatonina, um hormônio secretado pela glândula pineal, apresenta efeitos oncostáticos, e pode reduzir a angiogênese mediada pelo HIF-1 alfa e VEGF em alguns tipos tumorais, porém essa relação ainda não foi descrita para o câncer de mama. Assim, o objetivo do presente trabalho é verificar a expressão HIF-1 alfa e VEGF em linhagens celulares de câncer de mama em resposta a indução da hipóxia e o tratamento com melatonina. Os resultados obtidos nesse estudo poderão fornecer indícios para a utilização da melatonina como agente terapêutico no tratamento do câncer de mama.